Bastidores

Barbosa vai pra cima da “fuga” de Maia

26 de outubro de 2019 às 12h48

Como registrado ontem aqui no Blog,  o deputado federal Gervásio Maia (PSB) não poupou críticas ao governo depois de o governador João Azevêdo ter mencionado que seu colega de partido fora o único parlamentar (Gervásio Maia) com quem não conseguiu contato. O único que não destinou emenda ao Estado governado por um filiado ao seu partido. Maia disse que não tem sido procurado e apontou movimentos estranhos de João, como pressão a lideranças do PSB. Não deu nomes.

A reação veio do líder do governo, Ricardo Barbosa (PSB), para quem Gervásio fugiu de João em Brasília e do compromisso com a Paraíba ao ignorar as prioridades apresentadas pelo Governo do Estado e negar qualquer emenda para estas.

Barbosa apresentou dois ofícios enviados pelo Governo do Estado ao gabinete do deputado Gervásio Maia, datados em 31 de julho e 9 de outubro, que detalham as demandas da administração paraibana para o orçamento geral da União de 2020. Mesmo assim, acrescenta Barbosa, o único deputado federal do PSB fez vistas grossas.

“O deputado Gervásio utiliza-se de retóricas vãs e de um discurso cheio de atalhos e de pouca verdade. Ele se esforça inutilmente em tentar justificar o seu descompromisso com as políticas públicas empreendidas pelo projeto de que tanto fala e diz defender. Ee não apenas fugiu do encontro com o governador João Azevêdo, como também revelou seu descaso para com o povo da Paraíba”, reagiu Ricardo.

Ricardo Barbosa deu outro exemplo do que considera indiferença de Gervásio Maia com o governo e o governador. Ele se ausentou, mesmo com solicitação do governador João Azevêdo, da reunião, no dia 2 de agosto, na Granja Santana, com a bancada de sustentação do governo no Congresso Nacional.

“Aquela foi mais uma demonstração da falta de espírito público e do distanciamento do deputado federal. Ele precisa dizer quais os interesses que de fato ele representa por meio de seu mandato, porque, pelo que ele demonstra, os da Paraíba é que não são”, atirou.

Vídeo

Heron Cid no Hora H: “Pai, mãe e filha, uma família devastada pela pandemia”


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

R$ 798 milhões

Valor total do pacote de obras anunciado pelo governador João Azevêdo para retomada da Paraíba.