Bastidores

Tréplica: Cida vê duas categorias no governo; Nonato “é da segunda”

19 de maio de 2019 às 16h55
Para deputada, secretário pertence a "segunda categoria" do governo, formada pelos "poucos" indicados de Ricardo Coutinho

Cida Ramos (PSB), deputada estadual, é integrante do que se pode chamar hoje em dia de pétala ala raiz do Jardim Girassol. Ao ler aqui a categórica declaração do chefe de governo, Nonato Bandeira, reproduzida pelo Blog, Cida enviou, de pronto, uma réplica que dá o tom do ambiente de acirramento entre as correntes governistas. Leia o que a socialista diz abaixo e sinta o drama:

“O governo João Azevedo foi constituído de alguns que tinham uma espécie de “direito adquirido” pela construção do projeto, sem buscar dividi-lo, e outros que foram indicados. Nonato Bandeira, por exemplo, está nessa segunda categoria e foi um dos poucos indicados por Ricardo Coutinho, apesar das resistências”. 

Vamos à tradução?

Em duas frases, a deputada deixa uma tese no ar e muitos recados. Primeiro, apresenta a fatura do débito do atual governo com companheiros detentores de “direito adquirido”. Segundo, enfatiza que estes não são os que trabalham para “dividi-lo”. Terceiro, Nonato Bandeira e outros entraram na cota de agregados da “segunda categoria”. Quarto, ele está no rol daqueles que, não pertencendo ao grupo do “direito adquirido”, figura na lista dos sugeridos por Ricardo. Quinto, a fatia dos indicados do antecessor no governo é pequena, formada por “poucos”.

É pouco ou quer mais? Por último, ela diz, nas entrelinhas, que Bandeira foi alvo de resistências só superadas pela força da “indicação” de Ricardo.

Cida Ramos esteve entre os presentes na reunião realizada segunda-feira passada pelo PSB, com sua cúpula, noticiada em primeira mão aqui no Blog. O momento  serviu para uma avaliação crítica e política da primeira fase da gestão João Azevedo, com queixas, reparos e discussões internas acirradas.

Ela também será uma das vozes autorizadas a integrar a comissão política formada pelo PSB para o encontro com o governador João Azevedo (PSB), programado para esta segunda-feira, quando os encaminhamentos da reunião passada serão apresentados diretamente, olho no olho, ao chefe do Executivo e filiado do partido.

Pelas falas de Cida e Nonato – representantes da primeira e segunda categoria, respectivamente – , dá pra imaginar como será o clima dessa conversa?

Vídeo

Entrevista: Anísio, da “roça” da suplência à “produção” da Assembleia


É pra se benzer

Dona Candinha sobre a pesada entrevista do general e ex-secretário de Governo, para quem o Planalto se enrola num festival de besteiras:

"Santos, Cruz Credo!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com deputado federal, senadora e vice-prefeito, o PP vai se contentar apenas com a vice na chapa apoiada por Romero em Campina Grande?
NÚMERO

361%

Crescimento da produção parlamentar da Assembleia Legislativa da Paraíba, em comparação ao mesmo período do ano passado.