Bastidores

03 de setembro de 2019

Polarização assimétrica (por Pablo Ortellado)

Embora a polarização política seja frequentemente criticada por promover a intolerância política, fechar as portas ao diálogo e bloquear as soluções de compromisso, ela tem seus defensores, normalmente entre aqueles envolvidos na disputa. Há, em geral, duas linhas de... Continuar Lendo

03 de setembro de 2019

Em compensação (por Dora Kramer)

Trata-se de uma incoerência explícita o governo propor aumento de 48% (de 1,7 bilhão de reais para 2,5 bilhões de reais) nos recursos do fundo eleitoral enquanto faz um corte generalizado na previsão orçamentária da administração pública para 2020,... Continuar Lendo

03 de setembro de 2019

O presidente que encolheu (por Bernardo Mello Franco)

A nova pesquisa Datafolha mostra que Jair Bolsonaro encolheu. Depois de oito meses, o índice de brasileiros que consideram o governo ruim ou péssimo subiu para 38%. É uma reprovação bem maior que a dos antecessores Fernando Henrique (15%),... Continuar Lendo

03 de setembro de 2019

Repórter MaisTV: Paraíba só tem 30 km de ferrovia ativa

Um dado que deveria chamar atenção e preocupar autoridades constituídas. A Paraíba só tem hoje quilômetros de extensão de malha ferroviária ativa. Somente quatro municípios do estado são atendidos estão concentrados na região metropolitana de João Pessoa para o... Continuar Lendo

03 de setembro de 2019

Aposta no militante de raiz (por Ricardo Noblat)

Sabe quando o presidente Jair Bolsonaro começará a se preocupar com pesquisas de avaliação do seu desempenho e do desempenho do governo como as que foram publicadas, ontem, pelo Datafolha e a XP-Ipespe? Quando elas mostrarem que ele só... Continuar Lendo

Vídeo

Repórter MaisTV: Paraíba só tem 30 km de ferrovia ativa


Ressignificando

Se a CPMF voltasse, Dona Candinha já estava pronta para traduzir a nova sigla:

"Cota Permanente para Mamar e Ferrar (CPMF)"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
João Azevêdo diz que “há outros motivos por trás” da intervenção no PSB: quais são?
NÚMERO

57%

Percentual de ampliação dos recursos destinados para o Programa de Qualificação das Ações da Vigilância em Saúde – PQA-VS, do Ministério da Saúde, para a Secretaria de Estado da Saúde (SES), valor que saltou de R$ 700 mil para mais de R$ 1,1 milhão.