Bastidores

Mire-se, Augusto Aras, no exemplo de Moro! (por Ricardo Noblat)

29 de maio de 2020 às 12h19

Acenar para o Procurador-Geral da República com uma terceira vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal nos próximos 2 anos é como vender terreno na lua.

Mas foi o que fez o presidente Jair Bolsonaro depois de classificar como “excepcional” o desempenho no cargo de Augusto Aras. Excepcional para o gosto dele.

De fato, Aras transformou a Procuradoria-Geral da República num puxadinho do Palácio do Planalto. Faz todas as vontades de Bolsonaro. Não se constrange com isso.

Ocorre que até o fim do mandato de Bolsonaro não se abrirá uma terceira vaga Somente duas. Salvo se algum dos ministros morrer ou se aposentar antes do tempo.

O golpe do Boa Noite Cinderela, em versão atualizada por Bolsonaro, usa vaga de ministro do Supremo como sonífero. Sergio Moro caiu no golpe e perdeu sua inocência.

Veja

Vídeo

Heron Cid no Hora H: soltura de Queiroz também liberta Planalto


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

1.229

Número de mortos pela covid-19 na Paraíba, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (sexta-feira, 10.07.2020)