Bastidores

Roberto Cavalcanti: “Um novo tempo se inicia”

4 de abril de 2020 às 12h44

O empresário Roberto Cavalcanti, presidente do Sistema Correio de Comunicação, emitiu, ontem (03), uma nota anunciando o encerramento da circulação do Jornal Correio da Paraíba.

No material, Cavalcanti faz um relato histórico do Jornal e relata os motivos que embasaram a decisão da empresa.

Aos 05 de agosto de 1953 nascia um dos filhos do visionário e criativo líder político e empresarial Teotônio Neto: a empresa Jornal Correio da Paraíba Ltda. Durante estes 66 anos de longa existência, enfrentou todas as adversidades inerentes a uma empresa fruto da iniciativa privada. Conviveu e superou com galhardia a dezenas de planos econômicos implantados em nosso país. Foi obrigado a ajustar seu planejamento financeiro em decorrência da adoção de muitas moedas. Liderou campanhas em prol de causas em defesa da Paraíba, dentre elas o combate sistemático e efetivo à corrupção. Pagou um preço imensurável com o sacrifício do seu diretor Paulo Brandão Cavalcanti que, morto, tornou-se mártir dessa causa.

Ao longo desses 66 anos, prestou um serviço ao público leitor pautado pela ética e paixão. Divulgou e alavancou a economia da Paraíba veiculando publicidades em todos os campos econômicos através de espaços e cadernos especializados. Recebeu por parte de toda a população paraibana o reconhecimento pelo seu histórico trabalho. Foi carinhosamente recebido na intimidade dos seus valorosos assinantes. Enfrentou com sucesso, mantendo se atualizado e atuante, os ajustes decorrentes das mudanças mundiais que atingiram o universo da comunicação, principalmente a mídia impressa. Manteve-se líder inconteste com sua circulação diária, aferida pelo IVC, por décadas seguidas. Nos últimos anos resistiu como o único jornal diário privado em circulação no nosso estado.

Porém, o estado de calamidade que assola o mundo e o nosso país, já reconhecido pelo Congresso Nacional por meio do Decreto Legislativo nº 6, de 20 de março de 2020, e também em razão dos Decretos do Governo do Estado da Paraíba nos 40.134 e 40.135, que suspenderam o funcionamento de estabelecimentos comerciais, impediram a venda comercial e a distribuição jornalística, inviabilizando desta forma o funcionamento do Jornal Correio.

Diante disso, comunicamos a todos os colaboradores vinculados à referida empresa, aos nossos leais leitores, assinantes, prestadores de serviços e ao público em geral que estamos encerrando nossas atividades neste sábado, dia 04 de abril de 2020.

Ao povo paraibano, leitores, colaboradores, clientes internos e externos, nossa palavra hoje é GRATIDÃO por terem sonhado nossos sonhos e acreditado em nós.

Um novo tempo se inicia. Novas histórias iremos construir juntos.

Que Deus ilumine e proteja todos nós.

Roberto Cavalcanti, empresário, diretor da CNI e membro da APL

MaisPB

Vídeo

Heron Cid no Hora H: “O mérito de Bolsonaro”


Amém

Dona Candinha sobre a escolha, enfim, depois de muita polêmica, do novo ministro da Educação. E é pastor:

"Aleluia!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

1.229

Número de mortos pela covid-19 na Paraíba, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (sexta-feira, 10.07.2020)