Bastidores

O coronavírus em Brasília

12 de março de 2020 às 12h07

(BRASÍLIA) – Já é possível ver senadores nos corredores do Senado com máscara no rosto. A medida é preventiva, diante do avanço do coronavírus no Brasil e da projeção geométrica de contaminação feita pelas autoridades de Saúde.

Ninguém mais se cumprimenta. Nos elevadores, a tensão é vista nos olhos de quem entra.

Na Câmara, já foi suspensa a visita de grupos turísticos. Há pouco, foi confirmado que o secretário de Comunicação do Governo Federal, Fábio Wajngarten, foi infectado.

O Planalto montou gabinete de crise para monitorar a saúde do presidente Jair Bolsonaro, que esteve recentemente com o auxiliar em viagem internacional.

Gabinete semelhante foi estruturado para acompanhar o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM). Ele esteve nessa segunda com Patrícia Cruz, do Todos Pela Educação, que posteriormente entrou em quarentena.

O poder começa a buscar “vacina” própria contra o vírus.

Vídeo

Heron Cid no Hora H: soltura de Queiroz também liberta Planalto


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

1.229

Número de mortos pela covid-19 na Paraíba, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (sexta-feira, 10.07.2020)