Brasas

Pane ‘prende’ políticos no Castro Pinto

9 de março de 2020 às 18h46

(BRASÍLIA) – Pelo menos sete parlamentares paraibanos tiveram dificuldades para decolar no Boeing 737-8EH, da Gol, no Aeroporto Castro Pinto, em Bayeux-João Pessoa. A aeronave de 13 anos enfrentou problemas no motor e atrasou em mais de uma hora.

Nela, estavam os deputados federais, como Damião Feliciano (PDT), Pedro Cunha Lima e Hugo Motta (PRB), e os senadores Veneziano Vital (PSB) e Daniella Ribeiro (PP), além do ministro do Tribunal de Contas da União, Vital do Rêgo.

Problema que deixou parte da nossa bancada presa, no bom sentido, por algumas horas no Aeroporto. Passageiros chegaram a sair e depois foram chamados à voltar. O deputado Pedro Cunha Lima desistiu de viajar no avião.

Esse é o segundo entrave no voo vespertino João Pessoa/Brasília, da segunda-feira, em duas semanas. Semana passada, o voo não conseguiu aterrissar na capital federal e foi deslocado para o aeroporto de Belo Horizonte.

Vídeo

Veja meu comentário na Hora H: “Queda de receita desafia contas públicas e economia”


A inversão…

Dona Candinha e a sentença da quarentena:

"A gente preso e os presos soltos!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Na roleta russa lançada, quem vai arriscar sair de casa?
NÚMERO

114 mortos

Número de pacientes mortos pela covid-19 no Brasil, nas últimas 24 horas, segundo boletim do Ministério da Saúde.