Bastidores

União de líder da oposição com prefeito esquenta política de Itaporanga

18 de fevereiro de 2020 às 12h01
Júnior Diniz, médico que costurou união improvável em Itaporanga

A cidade de Itaporanga vive o frisson da união de líderes opostos no município. No fim de semana, foi celebrada a aliança entre o ex-prefeito Djaci Brasileiro (PSDB) e o prefeito Divaldo Dantas, cujos grupos políticos disputaram a eleição de 2016.

A união pariu uma chapa encabeçada pelo médico Júnior Diniz (DEM), tendo Djacir Júnior, avalizado pelo pai na vice.

Parte da oposição abriu dissidência e garante que não acompanhará Djacir na decisão de unir os dois maiores grupos em torno de uma candidatura nova.

A dissidência gerou a criação do chamado Grupo Independente, composto, entre outros nomes da política local, pelo ex-candidato a vice-prefeito da chapa derrotada de 2016, Arlington Queiroz , o atual vice-prefeito Herculano e o ex-prefeito Audiberg Alves.

Em nota encaminhada ao Blog, eles dizem que Djacir Brasileiro aderiu ao grupo governista, mas não levou a oposição.

Nos bastidores, há também conversas sobre novas composições. A dissidência oposicionista diz que, apesar da inédita união dos dois líderes dos grupos antagônicos da cidade, a “eleição não será um baile”.

Nessa dança, quem vai sobrar?

Vídeo

Heron Cid no Hora H: soltura de Queiroz também liberta Planalto


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

1.229

Número de mortos pela covid-19 na Paraíba, segundo boletim da Secretaria de Saúde do Estado (sexta-feira, 10.07.2020)