Bastidores

Chega 2020 e oposições continuam indefinidas em Cajazeiras e Sousa

24 de janeiro de 2020 às 08h00
Atlético e Sousa, a rivalidade social nos gramados e bico das chuteiras

Rivais no futebol e nos brios, Cajazeiras e Sousa têm um ponto de convergência neste 2020: nas duas cidades, as oposições ainda não têm candidaturas definidas para a disputa que se avizinha.

Em Cajazeiras, o grupo oposicionista ainda não conseguiu se entender e nem muito menos bater o martelo para saber se vai de Denise Oliveira (PSB), Carlos Antônio Filho (DEM), Júnior Araújo (Avante) ou um nome ligado ao deputado estadual Jeová Campos (PSB).

Na “Cidade Sorriso” a oposição ainda patina para fechar um caminho. O médio Zé Célio lidera as pesquisas, mas o ex-prefeito André Gadelha (MDB) se mantém no páreo e deve ser o nome do clã Gadelha a enfrentar a reeleição do prefeito Fábio Tyrone (sem partido).

Enquanto as duas oposições não se definem, uma coisa pelo menos é certa em Sousa e Cajazeiras; eleitores dos dois lados continuam tendo como rivalizar no Marizão e Perpetão.

Vídeo

Meu comentário no Hora H: “Com remédios amargos, Ricardo recebe alta do STJ”


Química política

Dona Candinha, sem arrodeio e sem mais para o momento:

"A coisa mudou da água para o VINHO!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual será o despacho do desembargador Ricardo Vital, a quem cabe a tarefa de adaptar as medidas cautelares contra Ricardo Coutinho?
NÚMERO

40%

Percentual de consumidores que utilizaram cartão de crédito de alguma fintech (startups de plataformas digitais), nos últimos 12 meses, aponta pesquisa CNDL/SPC Brasil.