Bastidores

O play do PV, a estratégia de Luciano e a ‘maturação’ dos nomes

13 de janeiro de 2020 às 11h24

Luciano Cartaxo, prefeito de João Pessoa, exerce, na prática, aquele velho adágio: nem tanto ao mar, nem tanto à terra.

A sua iniciativa de chamar o PV para apertar o play das eleições em João Pessoa, mas sem bater martelo em nomes, exemplifica sua personalidade política.

Deu o recado para dentro, o que seu candidato, ou candidata, sai do seu partido e da sua gestão. Não fecha questão, por enquanto.

A estratégia é a da maturação. Abre o debate sem imposição e vacinado de personalismo.

Cria, assim, o ambiente da discussão, do afunilamento interno, para que o resultado desse movimento de ‘diálogo’ aponte o caminho.

A mensagem política que pretende transmitir para fora parece clara: o futuro candidato a ser apresentado não pode ser produto de uma vontade individual, mas de um sentimento plural e para cumprir um propósito administrativo.

No caso do candidato governista, a manutenção e aperfeiçoamento de um modelo de gestão.

E, baseado no timing de janeiro, o prefeito deve usar os próximos dois meses para ampliar o debate e testar os nomes, para só ungir alguém pós-carnaval.

Por que Luciano, então, não tem pressa?

Se lançasse oficialmente uma candidatura agora estaria antecipando a campanha. E qual interesse nisso tem quem estar no exercício do mandato e com o domínio da estrutura? Nenhum.

Cartaxo já tem os frutos (nomes) na mão. Agora, trabalha para amadurecê-los. O poeta Jurandy da Feira, em canção gravada por Luiz Gonzaga, já filosofava: “O fruto bom dá no tempo”.

Prever a hora certa da colheita é tão importante quanto saber o momento propício de plantar.

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual é o deadline de Romero Rodrigues para a escolha do seu candidato em Campina Grande?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.