Bastidores

Meu comentário na Hora H: “Se o rico Rio quebrou, como a Paraíba sobreviverá no Calvário?

13 de janeiro de 2020 às 19h54

O Rio de Janeiro, riquíssimo em petróleo e turismo, quebrou. Por ineficiência dos gestores, corrupção dos seus políticos e, também, pelo efeito devastador dos desdobramentos da Lava Jato no Estado. A Paraíba vive um quadro que chega a lembrar o estado fluminense.

A Paraíba também amarga o dissabor da Operação Calvário, que ninguém sabe onde terminará. Lá, Sérgio Cabral é acusado de desviar cerca de R$ 250 milhões em propinas. Aqui, o Gaeco-MP quer recuperar R$ 200 milhões supostamente solapados dos cofres.

Com uma diferença, diferente do Rio, somos um estado pobre. Como a Paraíba sobreviverá à essa hemorragia?

Eis o tema do comentário do autor do Blog, hoje, na Hora H, programa que apresento, de segunda à sexta-feira, das 18h às 19h, na Rede Mais Rádio, direto do estúdios do Portal MaisPB para 13 emissoras das principais cidades da Paraíba. A cabeça de rede é a Rádio Pop FM 89,3, em João Pessoa. Em Campina Grande, o som chega pela Rádio 101,1 FM (Cariri).

Rádio Pop 89.3 FM (João Pessoa)

Rádio Cariri 101.1 FM (Campina Grande)

Rádio Pop 105.3 FM (Areia)

Rádio Constelação 92.1 FM (Guarabira)

Rádio Caruá 90.1 FM (Soledade)

Rádio Ind 107.7 FM (Serra Branca)

Rádio Princesa 92.5 FM (Princesa Isabel)

Rádio Conceição 100.3 FM (Conceição)

Rádio Bom Sucesso 101.7 FM (Pombal)

Rádio Progresso 610 AM (Sousa)

Rádio Itatiunga 102,9 FM (Patos)

Rádio Independência 94.7 FM (Catolé do Rocha)

Rádio Mais 97.7 FM (Cajazeiras)

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual é o deadline de Romero Rodrigues para a escolha do seu candidato em Campina Grande?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.