Bastidores

Governo vira placar na batalha jurídica com oposição

16 de dezembro de 2019 às 14h27
Ministro do STF, Dias Toffoli (foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

O projeto de reforma da previdência estadual pode ser votado a qualquer momento. O calendário volta ao controle e comando do presidente da Assembleia, Adriano Galdino (PSB). Esse é o efeito prático da decisão de outro presidente, o do STF. Dias Toffoli acatou argumentos do Governo do Estado e derrubou liminar concedida pelo juiz Onaldo Queiroga, do Tribunal de Justiça da Paraíba, que impedia a votação da proposta. Na Paraíba, a oposição ganhou duas batalhas jurídicas. O governo ganhou uma em Brasília, que valeu pelas duas. Uma cesta de três pontos nos últimos segundos do jogo.

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual é o deadline de Romero Rodrigues para a escolha do seu candidato em Campina Grande?
NÚMERO

R$ 150 bilhões

Aporte que o Governo Federal pretende arrecadar com privatizações de estatais e subsidiárias, em 2020.