Bastidores

Correção: despacho de Onaldo não suspende votação da reforma

16 de dezembro de 2019 às 17h15

Atualização: O novo despacho do juiz convocado do Tribunal de Justiça, Onaldo Queiroga, não suspende a reforma da previdência estadual. Dessa vez, ele apreciou pedido do deputado estadual Wallber Virgolino.

O parlamentar alegou ilegalidade na tramitação da proposta no âmbito da CCJ. Queiroga despachou no sentido de que o caso já foi julgado no mandado de segurança impetrado pelo líder da oposição, Raniery Paulino (MDB). “Assim, sendo desnecessária nova análise”, escreveu.

Ou seja, diferente da interpretação dos deputados da oposição, Queiroga não entrou no mérito da questão e, portanto, não concedeu nova liminar. Foi o que o próprio juiz informou há pouco ao Portal MaisPB e ao Blog.

Vídeo

Meu comentário na Hora H: “Coronavírus lá fora e o efeito dentro da gente”


Acautelados

Dona Candinha sobre o coronavírus na Paraíba:

"Para uns, a quarentena aqui começou mais cedo!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
A rede hospitalar da Paraíba tem leitos de UTI suficiente para enfrentar o coronavírus?
NÚMERO

R$ 600

Valor do auxílio anunciado pelo Governo Federal para trabalhadores informais, durante três meses da crise do coronavírus.