Bastidores

Urgente: TJ suspende votação da reforma da PBPrev

11 de dezembro de 2019 às 19h28

A Assembleia Legislativa da Paraíba está impedida de votar amanhã a proposta de adequação da Reforma da Previdência, conforme havia informado o presidente da Casa, Adriano Galdino (PSB). Decisão prolatada pelo juiz convocado, Onaldo Queiroga, suspende a deliberação da Mesa Diretora do Poder Legislativo.

Onaldo atendeu os argumentos apresentados pelo líder da oposição, Raniery Pauliino (MDB). Em linhas gerais, a oposição alegou ilegalidade no encaminhamento determinado por Galdino, depois de o plenário aprovar o regime de urgência urgentíssima para a votação.

No mandado de segurança, o autor alegava ilegalidade, abuso e vícios na tramitação:

“O anúncio de Sua Excelência, o Presidente da Mesa da Assembleia Legislativa da Paraíba, de votar em regime de urgência urgentíssima o PLC 12/2019, é portanto abusivo e, caso se concretize, violará o direito ao devido processo legislativo constitucional, o direito da minoria de participar ativamente do processo legislativo e o direito de representação do Impetrante e dos demais Deputados Estaduais que integram a Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba”.

Da sentença, cabe recurso da Mesa Diretora. Confira abaixo trecho final da decisão.

Liminar assinada pelo juiz Onaldo Queiroga suspende votação

Vídeo

Meu comentário na Hora H: “Coronavírus lá fora e o efeito dentro da gente”


Acautelados

Dona Candinha sobre o coronavírus na Paraíba:

"Para uns, a quarentena aqui começou mais cedo!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
A rede hospitalar da Paraíba tem leitos de UTI suficiente para enfrentar o coronavírus?
NÚMERO

R$ 600

Valor do auxílio anunciado pelo Governo Federal para trabalhadores informais, durante três meses da crise do coronavírus.