Bastidores

A hora do debate da Previdência na Paraíba

6 de dezembro de 2019 às 12h36
Sede da Previdência Estadual da Paraíba

No debate da Reforma da Previdência há o discurso confortável, daqueles que preferem jogar para a plateia e fazer política, e o enfrentamento dolorido de reconhecer a inadiável necessidade das alterações. Para manter de pé o próprio sistema.

Discutido à exaustão em Brasília, esse debate agora chega à Paraíba, como previsto, já que, depois de muita histeria política, sobretudo, entre governadores do Nordeste, a PEC não abrangeu os estados.

O governador João Azevêdo (sem partido) encaminhou para Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e um Projeto de Lei Complementar que alteram o regime previdenciário no Estado.

A medida atende à aprovação PEC da Reforma da Previdência, promulgada pelo Congresso Nacional, que determina que estados e municípios adotem medidas específicas para alterar as legislações previdenciárias.

Na Assembleia, deputados de todas as ‘ideologias’ vão se aprofundar sobre o tema. É bem provável que a demagogia que sustentou bandeiras em Brasília também se repita no plenário do parlamento estadual.

Antes, porém, de qualquer enfrentamento e palavras ao vento, parlamentares devem consultar como anda a Previdência paraibana. Se ouvirem o que o autor do Blog ouviu no começo do ano da boca do secretário da Receita, Marialvo Laureano, agirão mais e falaram menos.

O déficit anual é de R$ 1,2 bilhão. Essa é a situação real. O resto é embrulho.

Pior do que uma Previdência ruim é não tê-la de jeito nenhum. E muitos estados, incluindo a Paraíba, correm esse risco se ficarem fazendo cara de paisagem e palanque com a aposentadoria dos outros.

Vídeo

Heron Cid no Hora H: o “novo normal” na eleição de 2020


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

R$ 798 milhões

Valor total do pacote de obras anunciado pelo governador João Azevêdo para retomada da Paraíba.