Bastidores

A hora do debate da Previdência na Paraíba

6 de dezembro de 2019 às 12h36
Sede da Previdência Estadual da Paraíba

No debate da Reforma da Previdência há o discurso confortável, daqueles que preferem jogar para a plateia e fazer política, e o enfrentamento dolorido de reconhecer a inadiável necessidade das alterações. Para manter de pé o próprio sistema.

Discutido à exaustão em Brasília, esse debate agora chega à Paraíba, como previsto, já que, depois de muita histeria política, sobretudo, entre governadores do Nordeste, a PEC não abrangeu os estados.

O governador João Azevêdo (sem partido) encaminhou para Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e um Projeto de Lei Complementar que alteram o regime previdenciário no Estado.

A medida atende à aprovação PEC da Reforma da Previdência, promulgada pelo Congresso Nacional, que determina que estados e municípios adotem medidas específicas para alterar as legislações previdenciárias.

Na Assembleia, deputados de todas as ‘ideologias’ vão se aprofundar sobre o tema. É bem provável que a demagogia que sustentou bandeiras em Brasília também se repita no plenário do parlamento estadual.

Antes, porém, de qualquer enfrentamento e palavras ao vento, parlamentares devem consultar como anda a Previdência paraibana. Se ouvirem o que o autor do Blog ouviu no começo do ano da boca do secretário da Receita, Marialvo Laureano, agirão mais e falaram menos.

O déficit anual é de R$ 1,2 bilhão. Essa é a situação real. O resto é embrulho.

Pior do que uma Previdência ruim é não tê-la de jeito nenhum. E muitos estados, incluindo a Paraíba, correm esse risco se ficarem fazendo cara de paisagem e palanque com a aposentadoria dos outros.

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
O pedido de CPI das OS, anunciado pela oposição, vai incluir deputados citados em delações?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.