Bastidores

João cobra memória de Ricardo, antes e depois

3 de dezembro de 2019 às 17h58

O governador João Azevêdo questionou, hoje, a diferença de discurso do Ricardo Coutinho de 2018 e Ricardo Coutinho de 2019: “Como eu era o secretário como ele [Ricardo Coutinho] anunciado como primeiro-ministro, homem de confiança e agora eu não toco nenhuma obra. É preciso ter respeito pelas memórias das pessoas. São dois discursos incompatíveis”. Devolveu a bola para Ricardo Coutinho explicar a metamorfose.

Vídeo

Meu comentário na Hora H: “Coronavírus lá fora e o efeito dentro da gente”


Acautelados

Dona Candinha sobre o coronavírus na Paraíba:

"Para uns, a quarentena aqui começou mais cedo!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
A rede hospitalar da Paraíba tem leitos de UTI suficiente para enfrentar o coronavírus?
NÚMERO

R$ 600

Valor do auxílio anunciado pelo Governo Federal para trabalhadores informais, durante três meses da crise do coronavírus.