Bastidores

Inovação: Rede Mais integrará mídia digital com rádios e terá programa próprio

4 de novembro de 2019 às 21h37

Uma rede híbrida e autônoma de informação da Paraíba. A Rede Mais é o novo projeto de comunicação anunciado pelo jornalista, apresentador, comentarista e analista político e diretor do Portal MaisPB, Heron Cid, no começo da noite desta segunda-feira (4). Depois de 72 dias do desligamento do Sistema Arapuan, foi o que o jornalista anunciou há pouco durante live no Instagram do jornalista Wendell Rodrigues, este direto de Brasília.

O primeiro produto da rede de conteúdo será o programa Hora H, com Heron Cid, transmitido em conexão estadual de rádios, de segunda à sexta-feira, às 18h, e com estreia prevista para dia 2 de dezembro.

“Este projeto vem como fruto desse admirável novo mundo digitalizado, onde todas as plataformas se conectam, interagem, se complementam e se completam”, conceituou o comunicador.

Programa Hora H  

Heron Cid, jornalista, apresentador e fundador do Portal MaisPB

Cartão de apresentação da Rede Mais, o programa ancorado por Heron Cid será gerado a partir dos estúdios do Portal MaisPB, em João Pessoa, e transmitido de segunda à sexta-feira, às 18h, por plataforma digital própria e reproduzido por emissoras com alcance regional, do Litoral ao Sertão do Estado.

O programa Hora H, com Heron Cid, reúne profissionais do próprio Portal MaisPB com experiências em emissoras de destaque da radiofonia pessoense e levará ao ar o estilo que consagrou o jornalista nos microfones: precisão na informação, equilíbrio, firmeza, dinamismo, alegria e versatilidade. Com um diferencial, a conexão com Brasília, o epicentro da política nacional.

“De todos os canais que transito, o rádio sempre foi uma paixão especial, pela magia, pelo encanto, pelo significado. Nossa meta é elevar o patamar de nosso rádio, que precisa, como tudo, se reinventar todo tempo”, enfatizou.

O Hora H foca na notícia que interessa, na informação com agilidade e leitura analítica. “Por todos os esforços que estamos fazendo, pela equipe que estamos reunindo, e pela concepção que temos de comunicação, e por tudo que construímos nesses anos de atividades, nesse novo tempo, esse programa tem tudo para ser o que seu próprio nome sugere, aquilo que faz a diferença, que marca”.

Integração de conteúdo (Portal MaisPB e rádios)

A Rede Mais, num segundo momento, planeja a formatação de plataforma de conteúdo digital para emissoras de rádio de todas as regiões da Paraíba, integrantes do projeto. A produção será assinada pela equipe do Portal MaisPB é exclusiva para os veículos parceiros e personalizada para cada emissora.

“A comunicação mudou muito. Nós estamos antenados com essas transformações. Mudou tanto que podemos plugar uma rede de informação e de rádio autônoma gerada a partir de um portal de notícias da capital paraibana. Essa conquista com ineditismo, às vésperas de o MaisPB completar uma década no ar, nos dá um protagonismo, eleva nossa responsabilidade e representa esse novo momento paradigmático da comunicação”, ressaltou.

Na era dos podcasts e da mídia digital, explica Heron Cid, será uma espécie de agência de notícias de áudio específica para rádios e formatos de áudio. Com boletins, entrevistas, podcasts, comentários, cobertura especiais e reportagens, a proposta atende a uma notória demanda de radiodifusores paraibanos, especialmente do Interior do Estado.

“Essa rede de produção de informação jornalística e profissional vai se retroalimentar. De João Pessoa, do centro do poder estadual, o MaisPB irradia o noticiário relevante com a cobertura dos principais fatos do Estado, disponibilizando material personalizado para programação de cada emissora. No contrafluxo, produção regional interage entre todas as praças, incluindo João Pessoa”.

Abrangência estadual

Emissoras de regiões e localizações estratégicas da Paraíba entraram no projeto da Rede Mais. De João Pessoa, capital do Estado, à Campina Grande e todo o Compartimento da Borborema, as duas mais importantes regiões metropolitanas da Paraíba.

O raio de abrangência chega ao Brejo, por Guarabira, o centro de irradiação do terceiro maior conglomerado humano do Estado (com média de 300 mil habitantes), entra no Curimataú e Seridó, atravessa o Cariri, e chega a três pontos diferentes do Sertão. A relação das rádios e cidades será divulgada durante esta semana.

MaisPB

Vídeo

Vídeo: capital e social, é possível unir? Diego Tavares responde


Novo descobrimento

Dona Candinha fez uma nova proclamação da República:

"O nosso 'príncipe' é princesa!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se Cássio Cunha Lima se animar para disputar a Prefeitura de Campina Grande?
NÚMERO

 7,4%

Previsão de acréscimo ao orçamento anual do Estado de 2020 em relação ao ano passado, conforme o Plano Plurianual (PPA) 2020-2023.