Bastidores

Vídeo: Bolinha entra no jogo de 2020 dando ‘carrinho’ em Romero

1 de novembro de 2019 às 19h15
Artur Bolinha, pré-candidato a prefeito de Campina Grande pela terceira vez; dessa, quer acertar o gol

Candidato pela terceira vez, o empresário Artur Bolinha chegou chegando no PSL, o partido do presidente da República, a legenda escolhida para disputar de novo à Prefeitura de Campina Grande.

A sigla a qual ele se filiou hoje em solenidade em Campina tem vantagens e Artur enxergou isso. Primeiro, leva, por enquanto, o selo do presidente Jair Bolsonaro, vencedor nos dois turnos na cidade e com quem o empresário se identifica.

O PSL encarnou o discurso da direita, outra bandeira erguida por Bolinha, assim como parte considerável do setor produtivo da cidade.

Para completar, tem à disposição um generoso fundo eleitoral para financiar candidaturas em cidades de grande e médio porte.

Mas o que move um candidato derrotado duas vezes a tentar mais uma?

O cenário vindouro. O prefeito Romero Rodrigues (PSDB) tem uma banda considerável da cidade e tudo para botar seu candidato no segundo turno. Deve ser um nome a ser construído.

Daniella Ribeiro (PP), senadora, não tem se animado para entrar na disputa.

Na oposição, a mesma cena. Sem o senador Veneziano Vital (PSB), a tendência é apostar em Ana Cláudia.

Ou seja, teremos uma eleição sem os grandes clássicos. Com todo o respeito, a segunda divisão da política local é que entrará em campo.

Em entrevista ao autor do Blog, na MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB, ele deu pistas de que vestiu a camisa para concorrer e disputar de verdade.

Verbalizou pelo menos duas frases de efeito que pode pegar. “Campina tem governo, mas não tem gestão”. “Ou a gente muda Campina ou se muda de Campina”.

Denunciou o aparelhamento da máquina pública, inchaço no gabinete do prefeito e a assustadora cifra de R$ 1 bilhão pagos a comissionados e contratados.

Artur botou sua bolinha em campo. Olho no lancêêêê!!!

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
O pedido de CPI das OS, anunciado pela oposição, vai incluir deputados citados em delações?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.