Opinião

Destino João Pessoa; bom de desfrutar, péssimo de chegar

30 de outubro de 2019 às 19h46 Por Heron Cid
Litoral pessoense (Foto: Juliana Santos/Secom-JP)

Levantamento do portal Melhores Destinos 2019, com mais de 25 mil entrevistados, apontou João Pessoa como um dos melhores destinos turísticos do Brasil.

A nossa capital paraibana é descrita como “cidade que mistura tranquilidade à beleza”.

Quem respondeu à pesquisa, tem razão. Belezas temos demais. A infraestrutura que a cidade vem ganhando também adorna os encantos naturais.

Se não falta exuberância para quem conhece, sobra dificuldades para quem quer chegar a João Pessoa.

Somos um paradoxo.

Natureza de tirar o fôlego e acesso de tirar a paciência.

É caro e difícil para quem quer visitar os belos pontos turísticos que temos a oferecer. São fartos os depoimentos de turistas de outras regiões do Brasil que adoram João Pessoa, mas lamentam a dificuldade de desfrutá-la.

Os voos, poucos e em horários desconfortáveis, e os preços altos das passagens são um desconvite para quem procura um roteiro de férias ou lazer.

Só vem a João Pessoa quem realmente está decidido a conhecê-la. Para quem está à procura aleatória, os pacotes dos concorrentes vizinhos, Natal, Recife, Maceió e Fortaleza, terminam ganhando em praticidade.

É muito mais fácil chegar a essas quatro capitais próximas do que desembarcar em João Pessoa. Somos vencidos, literalmente, pelo cansaço.

Basta dizer que até mesmo nós, nativos, aqui e acolá voltamos por Recife, atraídos pelas tarifas quase sempre mais em conta e pela relação custo benefício, mesmo precisando depois pegar uma hora e meia de estrada.

Essa equação precisa fechar. Conciliar o potencial natural com as condições objetivas de atrair pessoas e negócios. Do contrário, teremos o principal e continuaremos a penar pelo secundário.

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual é o deadline de Romero Rodrigues para a escolha do seu candidato em Campina Grande?
NÚMERO

R$ 150 bilhões

Aporte que o Governo Federal pretende arrecadar com privatizações de estatais e subsidiárias, em 2020.