Bastidores

Destituídos do PSB, prefeitos de Pilar e Sapé se dizem vítimas de retaliação

29 de outubro de 2019 às 15h35
Benício Neto, prefeito de Pilar, destituído do comando do PSB na cidade

Os prefeitos de Pilar e Sapé, Benício Neto e Roberto Feliciano, respectivamente, consideram que foram vítimas de retaliação interna no PSB. Ambos foram destituídos do comando do partido nos seus municípios.

Os dois foram ouvidos pelo Portal MaisPB nesta terça-feira. Benício disse que acredita que a dissolução do PSB de Pilar está diretamente ligada ao fato de ter assinado lista de apoio à permanência de Edvaldo Rosas na presidência estadual da sigla. Benício soube da sua remoção por sites e blogs.

“Até agora não entendo os motivos até porque não fui procurado para avisar que não participaria mais. Acredito que a crise do PSB no estado está começando a refletir nas comissões locais. Vamos sair (do partido) porque não temos mais a garantia da candidatura no próximo. Vou tentar a reeleição.”

Já Roberto Feliciano citou nominalmente a deputada estadual Cida Ramos (PSB), aliada do ex-governador Ricardo Coutinho, como responsável pela destituição da comissão provisória do partido, presidida até ontem pelo próprio prefeito de Sapé, terra natal da parlamentar.

Feliciano disse que em nenhum momento foi contactado pela Comissão Interventora do PSB, designada pela direção nacional, antes da dissolução. “Não tenho mais como permanecer no PSB”, desabafou o prefeito. Junto com ele, seguem três vereadores do partido na cidade.

“Eu era o presidente e fui destituído. Eu soube pelos sites e não fui avisado. Quem está fazendo essa mudança no partido é a deputada Cida. O partido eu vou deixar, se eu fui destituído sem nenhuma conversa é porque não me querem”, lamentou Roberto.

Vídeo

Vídeo: pré-candidato em JP, Wilson Filho encara perguntas e fala sobre tudo


Vitamina C

Conselho de um bolsonarista contra covid-19:

"Laranja em casa!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Como Cícero pode conciliar, em 2020, os interesses do governador João Azevêdo e o projeto do PP em 2022?
NÚMERO

100.240

Número de mortos pela covid-19, no Brasil, segundo a atualização divulgada neste sábado (08.08.2020)