Bastidores

Sousa descobriu primeiro desaparecimento de Belchior

12 de outubro de 2019 às 12h01
Belchior ao Fantástico, da TV Globo, na sua última entrevista

Em meados de 2009, o sumiço do cantor e compositor Antônio Carlos Belchior chegou ao ápice. Todo mundo perguntava onde estava o artista cearense, até que o Fantástico, da TV Globo, acabou a interrogação e a repórter Sônia Bridi achou o músico no interior do Uruguai.

O que (quase) ninguém sabe é que para Sousa, no Alto Sertão da Paraíba, o misterioso desaparecimento de Belchior começou bem antes. Antes que o Brasil inteiro soubesse.

Em 2007, o então prefeito Salomão Gadelha decide trazer o cantor para ser atração de um evento cultural da cidade e delega aos filhos, Myriam e Lafayette, a tarefa da contratação.

Ao falar por telefone com o produtor e empresário de Belchior, Myriam ouve a seguinte estranha e irônica frase: “Se vocês souberem dele, me avisem. Faz um tempo que não consigo falar com Belchior”. Myriam e Lafayette acharam que o empresário não tinha levado os dois pretensos contratantes a sério. Eram dois adolescentes à época.

Assim, repassaram a missão para o então coordenador de Cultura da Prefeitura, que fez o mesmo contato e ouviu idêntica resposta: Belchior estava sumido.

Não tocou em Sousa e em nenhum lugar mais no Brasil até sua morte em abril de 2017. Dez anos depois do descobrimento, por acaso, do seu desaparecimento.

Vídeo

Entrevista: Adalberto diz quais são os trunfos de Luciano para eleger sucessor


Queimação geral

Dona Candinha comenta o derrame de petróleo na costa brasileira:

"Até no mar, a coisa tá preta!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Sem pedido de emendas federais para a obra, a Prefeitura de Campina Grande desistiu do VLT?
NÚMERO

90

Número de páginas do documento do Gaeco-Paraíba que fundamentou pedido de buscas e apreensão e de prisões preventivas na quinta fase da Operação Calvário.