Bastidores

Enquanto João ‘orava’ com ministro de Bolsonaro, um secretário petista ‘rezava’

8 de outubro de 2019 às 09h45
Luiz Couto evitou o 'calvário' de criticar agenda de João com ministro de Bolsonaro

O ex-deputado federal Luiz Couto (PT), secretário de Agricultura Familiar, não soube da audiência entre o governador João Azevêdo (PSB) e o ministro da Secretaria de Governo, General Ramos. Pelo menos foi o que o padre disse, sem precisar jurar, no confessionário do repórter Albemar Santos, do Portal MaisPB. Perguntado sobre o encontro, Couto se afastou do cálice e disse que passou o fim de semana ocupado em orações, portanto, sem acesso ao noticiário. Detalhe: a reunião foi na sexta e virou manchetes de todos os veículos de comunicação. Petista e opositor do governo Bolsonaro, o padre livrou-se da penitência de criticar o evento nas barbas do governador. Não quer passar pela cruz fora de tempo…

Vídeo

Entrevista: Adalberto diz quais são os trunfos de Luciano para eleger sucessor


Queimação geral

Dona Candinha comenta o derrame de petróleo na costa brasileira:

"Até no mar, a coisa tá preta!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Sem pedido de emendas federais para a obra, a Prefeitura de Campina Grande desistiu do VLT?
NÚMERO

90

Número de páginas do documento do Gaeco-Paraíba que fundamentou pedido de buscas e apreensão e de prisões preventivas na quinta fase da Operação Calvário.