Opinião

Oposição à espera de um Big Bang

19 de agosto de 2019 às 11h10 Por Heron Cid

O PSB está rachado em bandas. Nenhum esforço retórico é capaz de amaciar essa realidade e o risco de “implosão” no partido – como alertou o presidente da Assembleia, Adriano Galdino – é real.

Mas para pelo menos uma coisa positiva, com todas as aspas do mundo, a crise interna no Jardim Girassol está servindo.

Enquanto o PSB se ‘dissolve’, literalmente, a oposição vem mantendo seu compasso de expectativa. Assiste de camarote a um conflito interno alheio, aguardando ansiosa o desfecho.

Não está de todo errada.

A inércia tem justificativa. Qualquer fissura mais séria dentro do partido que governa o Estado há quase nove anos muda todo o cenário político paraibano.

Já há deputados de oposição que não fazem mais segredo e sussurram nos bastidores; se houver rompimento mesmo, adere ao governo de João Azevêdo.

Somente isso explica a paralisia.

Some-se isso a indisfarçável fragilidade pós-2018, quando os agrupamentos oposicionistas saíram dispersos e avariados do traumático processo eleitoral.

Esperam que a fermentação do PSB, que dá sinais de não comportar mais a força de dois líderes no mesmo barco, exploda feito o Big Bang.

E haja luz!

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
O pedido de CPI das OS, anunciado pela oposição, vai incluir deputados citados em delações?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.