Opinião

A língua de metralhadora

13 de agosto de 2019 às 11h33 Por Heron Cid
Juliam Lemos: munição pesada contra a esquerda e perfil fora da curva...Até no figurino

Um metralhadora antiaérea Browning ponto 50 mede 1,68 metro e pesa 38 quilos. A arma é capaz de furar blindagem de carro forte e aeronaves. Ela dispara de 450 a 1,2 mil vezes por minuto, com precisão que alcança 1,5 km.

Julian Lemos, deputado federal paraibano do PSL, é uma Browning na hora de falar. Em uma entrevista de menos de uma hora, ele é capaz de disparar centenas de manchetes. Fica ao gosto do jornalista a farta munição que sai da sua boca.

Inquieto, sabe atrair as atenções. Para o bem ou para o mal. Para o deleite do seus seguidores, e para o ranger de dentes dos seus desafetos.

Ontem, no Frente a Frente, da TV Arapuan, ele deu uma entrevista de fôlego. Feito uma metralhadora, atirou milhares de palavras ácidas e provocantes. E com um alvo certo: um tiro na esquerda e um afago ao público conservador, que ele se auto-declara integrante.

O autor do Blog, que entrevistou o representante-mor do bolsonarismo na Paraíba, poderia até fazer um artigo ou vários para tentar traduzir a conversa. Mas, uma coletânea de algumas das mais explosivas frases do parlamentar talvez traduza melhor o conteúdo bélico de suas palavras.

Ah, Lemos chamou atenção também por outro exotismo: o novo topete, a calça com corte quase na canela e o sapato sem meia. Não tem como  não roubar a cena e render matérias na imprensa, memes na internet e muito barulho nas redes sociais.

Abaixo o acervo. Divirtam-se (para uns). Ou mordam-se (para outros).

“Jair Bolsonaro tem que tomar um pouco de maracujina e pensar uns dez segundos antes de responder…”

“Os que os coronéis faziam com uma feira hoje eles (a esquerda) fazem com assistencialismo”.

“Eu olho para João Azevêdo e não consigo vê-lo, eu só vejo um bafo, uma sombra”.

“João está entre a cruz e a espada. se ele mudar o discurso, o ex-governador diz que se ver que o “projeto” está modificado faz intervenção”.

“Aqui a gente divide o nada. Por isso nós somos o quintal de Pernambuco”.

“A esquerda é nojenta, é sebosa. Onde ela pisa até a grama seca.”

“Isso (confronto com Bolsonaro) não faz parte da personalidade de João, é como se alguém ficasse pressionando ele”.

“O que João (acusando o governo de discriminação) está fazendo com isso é uma futrica política.”

“(Vazamento da Lava Jato) Imagina você ter um telefone invadido por um bandido pé de chinelo.”

“Os bandidos se organizam para pilhar o país, por que promotores e juízes não podem fortalecer as estratégias?”

“Eu quero que bandido se lasque”.

“Chega a quase um trilhão o que essa quadrilha roubou do Brasil”.

“A Calvário levou quase um bilhão aqui”.

“O Estado brasileiro é pesado, um elefante branco, um doente leproso”.

“Quem não gosta de Moro é o PCC, que vivia tricotando com o PT. Quem não gosta de Moro é bandido”.

“(Contra transferência de Lula para presídio comum) Ele já está sangrando para quê dá outra facada? Já está pagando pelos seus pecados”.

“Eu deixei ele (Carlos Bolsonaro) falando sozinho. Depois que ele brigou comigo e ele brigou com mais quantos?”

“Nós deixamos claro o que um pensava do outro (Encontro com Carlos Bolsonaro nos bastidores da Globo News).”

“Ele (Carlos Bolsonaro) tem boas intenções, só falta sensibilidade para saber quem é canalha ou não.”

“Eu acho Mourão um cara fantástico”.

“Eu não troco de ideologia: eu sonho em ver o Brasil dividido entre liberal e conservador.”

“Se atentar contra a vida do policial é pra morrer.”

“As universidades se tornaram um antro de ideologia de esquerda. Você entra de um jeito e sai de lá parecendo uma arara, cabelo vermelho e fumando maconha.”

“Bolsonaro está desintoxicando o Brasil.”

“É uma idiotice (placa contra discriminação LGBT).”

“Eu nunca foi bolsominion.”

“Bolsominion é capaz de qualquer negócio, ele é o antídoto da extrema esquerda.”

“Eu adoro os bolsominios, eles são bons de briga.”

“Os bolsominios são os lactobacilos vivos da política.”

“O esquerdopata é um doente, ele acha que só respira porque Lula deixa.”

“Sergio Queiroz é o meu sonho de candidato.”

“Um líder de verdade inspira outros.”

“Não há democracia sem liberdade de imprensa.”

“Eu acho fora de tempo pelo discurso que foi pregado (Eduardo Bolsonaro na Embaixada dos Estados Unidos).”

“Eu tenho orgulho de mim no Congresso.”

“Faça parte da política. Se você que é do bem não entrar na política, o bandido entra e vai decidir o destino da sua vida.”

“Você não pode reclamar do escuro se não se levanta para acender a luz.”

Vídeo

MaisTV: especialista defende barreiras migratórias na economia da PB


Na boquinha

Dona Candinha sobre a derrapada do deputado Lindolfo:

"Pires não combina com garrafa!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Qual é a urgência que justifica a destituição do diretório estadual do PSB, eleito até 2020?
NÚMERO

28%

Percentual de universitários brasileiros que gastam mais da metade do orçamento com estudos, conforme pesquisa da Companhia de Estágios.