Bastidores

VLT em Campina: vereador critica ‘queda de braço’

11 de julho de 2019 às 11h03
Em 2010, Olímpio Oliveira propôs estudos e o então prefeito Veneziano Vital mandou fazer

Um dos primeiros políticos a levantar a viabilidade de um VLT em Campina Grande, o vereador Olimpio Oliveira criticou, hoje, a ‘queda de braço’ entre a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) e o Governo do Estado pela autoria da implementação do projeto do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na cidade. Ele defendeu a união das forças políticas para concretização do projeto. “Torço para que, finalmente, o trem entre na linha”, conclamou.

Vídeo

Entrevista: Adalberto diz quais são os trunfos de Luciano para eleger sucessor


Queimação geral

Dona Candinha comenta o derrame de petróleo na costa brasileira:

"Até no mar, a coisa tá preta!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Sem pedido de emendas federais para a obra, a Prefeitura de Campina Grande desistiu do VLT?
NÚMERO

90

Número de páginas do documento do Gaeco-Paraíba que fundamentou pedido de buscas e apreensão e de prisões preventivas na quinta fase da Operação Calvário.