Bastidores

Coordenador do Gaeco-PB vê “orquestração” contra Lava Jato

10 de junho de 2019 às 15h51
Octávio Paulo Neto, coordenador do Gaeco na Paraíba

O coordenador do Gaeco (Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado)do Ministério Público na Paraíba, Octávio Paulo Neto, saiu em defesa do procurador Deltan Dallagnol, responsável pela força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, que teve conversas com o então juiz Sérgio Moro vazadas em reportagem do site “The Intercept Brasil” sobre o andamento da operação.

Ao repórter Maurílio Júnior, do Portal MaisPB, Octávio tratou o fato como “orquestração”: “Não me compete qualquer juízo de valor sobre esses fatos, só posso me pronunciar sobre algo que eu conheça em toda sua extensão, porém é natural esses ataques as estruturas de Estado que lutam contra a corrupção sistêmica, me parece que esse ataque é algo muito bem orquestrado, porém é preciso se aferir a autenticidade e a integralidade”.

Vídeo

MaisTV: especialista defende barreiras migratórias na economia da PB


Tocando fogo

Dona Candinha está estupefata com a repercussão internacional do desmatamento da Amazônia:

"O governo tá se queimando!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Veneziano Vital resistirá aos apelos do suplente Ney Suassuna para que o senador entre na disputa pela Prefeitura de Campina Grande?
NÚMERO

31,6 bilhões

Litros de etanoL na produção total verificada no 2º levantamento da Safra de cana de açúcar feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).