Bastidores

Indiciado pela PF, Vítor se diz vítima de “retaliação” de Leto

29 de abril de 2019 às 20h06
Vítor Hugo, atual prefeito de Cabedelo

Vítor Hugo (PRB), atual prefeito de Cabedelo, divulgou no começo da noite um vídeo em que reage ao seu indiciamento no relatório final da Polícia Federal no Caso Xeque-Mate. Ele foi acusado, em depoimento à PF, pelo ex-prefeito Leto Viana de recebimento de R$ 20 mil para adesão e R$ 3 mil para sustentação política. A acusação que levou a PF a indiciá-lo. “Indiciamento este ocorrido por causa de uma confissão criminosa do ex-prefeito Leto Viana, onde ele confessa crimes. Claramente, uma retaliação a tudo que fiz para combater seus atos de corrupção na Prefeitura de Cabedelo”, defendeu-se o prefeito, para quem o ex-prefeito quer “prejudicá-lo politicamente”.

Vídeo

Repórter MaisTV: câncer de mama, da dor da descoberta à luta pela cura


A estilista daquele modelo

Terta, a vizinha, amanheceu na janela perguntando às amigas da calçada qual cor deveria comprar o vestido para o batizado da neta. Dona Candinha, sem nem ser chamada, gritou da outra janela:

"LARANJA, tá na moda!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Depois de peitar Carlos e Eduardo, os dois filhos de Bolsonaro, como fica o ‘prestígio’ de Julian Lemos com o presidente?
NÚMERO

Posição da Paraíba no Nordeste no Ranking da Competitividade dos Estados, em 2019, levantamento realizado pelo Centro de Liderança Pública.