Opinião

De João para João

24 de abril de 2019 às 16h26 Por Heron Cid

João Azevedo e João Gonçalves foram contemporâneos no bairro de Cruz das Armas, ainda na infância e adolescência.

Hoje, se reencontraram num momento bem diferenciado da vida. O primeiro governador do Estado. O segundo deputado e agora seu secretário.

Na verdade, João, o Gonçalves, foi para o sacrifício para atender a um pedido do outro João, o Azevedo, que mexe no tabuleiro da Assembleia para garantir o regresso de outro aliado, Lindolfo Pires (Podemos).

Na posse, Gonçalves – popular por natureza – se comprometeu em aproximar das pessoas Azevedo – de estilo mais fechado – e o seu governo.

Assumiu também uma tarefa árida: fazer outra aproximação, esta mais delicada, a do governador com o G9, grupo paragovernista na Assembleia.

Desde a eleição da Mesa da Assembleia, o bloco engrossou o pescoço e tem dado certo trabalho ao Palácio.

Se conseguir o “feito”, Gonçalves fará um grande favor a Azevedo. E os dois João’s terão menos dores de cabeça.

Vídeo

Não ouviu? Ouça e reveja programa Hora H desta sexta (17.01.2020)


Novo calendário

Se um dia for parlamentar, Dona Candinha já tem em mente um projeto de lei para instituir um dia de uma categoria em evidência na Paraíba:

"Dia do delator!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
O pedido de CPI das OS, anunciado pela oposição, vai incluir deputados citados em delações?
NÚMERO

R$ 3 milhões

Investimento do Grupo Drumattos, em nova unidade do Camarada Camarão, a ser inaugurada em João Pessoa, com previsão de 80 empregos.