Bastidores

Cabedelo: denúncias na Câmara e Santino no lucro

24 de abril de 2019 às 10h57

A Câmara de Cabedelo decidiu ontem acatar denúncia para investigar vereadores afastados por decisão judicial no âmbito da operação Xeque-Mate, que pegou o ex-prefeito Leto Viana e todo um esquema em seu entorno. Se agirem pelo mínimo decoro parlamentar, o destino de todos será a cassação. Mas há uma curiosidade. Antes, o Poder Legislativo local, via CPI, descobriu situações escabrosas envolvendo o ex-presidente da Casa, Lucas Santino. Com pagamentos a servidores fantasmas e até contratos com empresa de fachada cujo pagamento de R$ 225 mil foi parar na conta da mãe do ex-gestor. Coisa tão grave quanto o que se apurou em relação aos demais vereadores. Como se sabe, Lucas é delator na Xeque-Mate. Livre, leve e solto, para Santino o que a Câmara identificou está saindo barato.

Vídeo

Repórter MaisTV: câncer de mama, da dor da descoberta à luta pela cura


A estilista daquele modelo

Terta, a vizinha, amanheceu na janela perguntando às amigas da calçada qual cor deveria comprar o vestido para o batizado da neta. Dona Candinha, sem nem ser chamada, gritou da outra janela:

"LARANJA, tá na moda!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Depois de peitar Carlos e Eduardo, os dois filhos de Bolsonaro, como fica o ‘prestígio’ de Julian Lemos com o presidente?
NÚMERO

Posição da Paraíba no Nordeste no Ranking da Competitividade dos Estados, em 2019, levantamento realizado pelo Centro de Liderança Pública.