Opinião

Romero e o divórcio do PSDB

23 de abril de 2019 às 20h15 Por Heron Cid

O Blog ontem enfatizou no Ponto de Interrogação: quantas vezes mais Romero Rodrigues vai ensaiar deixar o PSDB?  

Por coincidência, a resposta para a longeva sequência de sinais veio 24 horas depois em forma de comunicado oficial.

Finalmente, o tucano trocou de penas e anunciou desligamento da legenda e ingresso no PSD, com quem já paquera há muito tempo.

Em nota, Romero fala em “fim de um ciclo”.

De fato, havia certo tempo em que o prefeito de Campina Grande já não nutria mais entusiasmo na relação, sobretudo, depois que alçou ao posto de liderança com CPF próprio na sua retumbante reeleição.

De lá pra cá, o casamento com o tucanato era uma relação desgastada e de pouca sinergia. Piorou diante da exposta divergência quanto à candidatura própria da sigla.

Havia, digamos, uma separação de corpos. O divórcio era questão de tempo. Como nas relações civilizadas, terminou “numa boa”. Consensual.

Vídeo

Entre o achômetro e a Medicina; vídeo-comentário no Hora H


Antirábicos

O Ministério Dona Candinha adverte: Brasil tem uma campanha urgente de vacinação a fazer;

"Contra a Raiva! Em humanos..."
PONTO DE INTERROGAÇÃO
Quem são os integrantes do tal “gabinete do ódio” na Paraíba?
NÚMERO

468.338

Casos confirmados da covid-19 no Brasil, até o boletim da sexta-feira (29).