Opinião

Romero e o divórcio do PSDB

23 de abril de 2019 às 20h15 Por Heron Cid

O Blog ontem enfatizou no Ponto de Interrogação: quantas vezes mais Romero Rodrigues vai ensaiar deixar o PSDB?  

Por coincidência, a resposta para a longeva sequência de sinais veio 24 horas depois em forma de comunicado oficial.

Finalmente, o tucano trocou de penas e anunciou desligamento da legenda e ingresso no PSD, com quem já paquera há muito tempo.

Em nota, Romero fala em “fim de um ciclo”.

De fato, havia certo tempo em que o prefeito de Campina Grande já não nutria mais entusiasmo na relação, sobretudo, depois que alçou ao posto de liderança com CPF próprio na sua retumbante reeleição.

De lá pra cá, o casamento com o tucanato era uma relação desgastada e de pouca sinergia. Piorou diante da exposta divergência quanto à candidatura própria da sigla.

Havia, digamos, uma separação de corpos. O divórcio era questão de tempo. Como nas relações civilizadas, terminou “numa boa”. Consensual.

Vídeo

Xeque-Mate: Catão defende investigação; “Não perco um minuto de sono”


Lua de mel

Depois de tomar conhecimento do namoro do ex-presidente Lula, Dona Candinha sabe o que ele mais quer agora:

"Se divorciar da cadeia e casar com a namorada!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com qual sentimento a vice-governadora Lígia Feliciano acompanha a crise interna do Jardim Girassol com o governador João Azevedo?
NÚMERO

83 milhões

Número de brasileiros possuem ao menos uma compra parcelada, como mostra levantamento da CNDL/SPC Brasil.