Opinião

Romero e o divórcio do PSDB

23 de abril de 2019 às 20h15 Por Heron Cid

O Blog ontem enfatizou no Ponto de Interrogação: quantas vezes mais Romero Rodrigues vai ensaiar deixar o PSDB?  

Por coincidência, a resposta para a longeva sequência de sinais veio 24 horas depois em forma de comunicado oficial.

Finalmente, o tucano trocou de penas e anunciou desligamento da legenda e ingresso no PSD, com quem já paquera há muito tempo.

Em nota, Romero fala em “fim de um ciclo”.

De fato, havia certo tempo em que o prefeito de Campina Grande já não nutria mais entusiasmo na relação, sobretudo, depois que alçou ao posto de liderança com CPF próprio na sua retumbante reeleição.

De lá pra cá, o casamento com o tucanato era uma relação desgastada e de pouca sinergia. Piorou diante da exposta divergência quanto à candidatura própria da sigla.

Havia, digamos, uma separação de corpos. O divórcio era questão de tempo. Como nas relações civilizadas, terminou “numa boa”. Consensual.

Vídeo

Adoção na Paraíba: relatos de gestos de amor e esperança, que une histórias


Boletim

Dona Candinha sobre a nova cirurgia e internação do presidente:

"Bolsonaro no Hospital. O Brasil passa bem!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
João Pessoa terá uma eleição pulverizada com vários candidatos ou candidaturas vão se fundir na reta final de 2020?
NÚMERO

80

Número de advogados assassinados nos últimos três anos no Brasil, dados que levam a Apam (Associação Paraibana de Advocacia Municipalista) defender porte de arma para categoria.