Bastidores

Questões pessoais levam Bonifácio a renunciar em Patos

4 de abril de 2019 às 17h42
Bonifácio Rocha, prefeito interino de Patos

Questões pessoais e familiares, de foro íntimo. Essa teria sido a motivação que levou o prefeito interino de Patos, Bonifácio Rocha (PPS), a renunciar. A decisão ainda está em caráter extraoficial, mas foi confirmada há pouco ao Blog pelo coordenador de comunicação da Prefeitura, Misael Nóbrega. Nesse caso, quem assume o comando do município é o presidente da Câmara, Sales Júnior.

A decisão, segundo apurou o Blog, foi refletida por Bonifácio junto à família. Eleito vice-prefeito, ele assumiu interinamente a Prefeitura depois do afastamento do prefeito Dinaldo Filho (PSDB), acusado de irregularidades em licitações.

No exercício da interinidade, Rocha viveu ameaças de abertura de CPI e até impeachment. Não resistiu as pressões e decidiu se afastar do mandato. Antes, pagou antecipadamente a folha de pessoal, o seu último gesto antes da renúncia.

Vídeo

Vídeo: Heron Cid frente a frente com Heron Cid


Mumificação

Dona Candinha já comprou um remédio para garantir que estará bem até conseguir se aposentar:

"Formol!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ainda tem político no Brasil que se sinta confortável e seguro de trocar mensagens via aplicativos?
NÚMERO

1.500

Previsão de geração de empregos com a criação do HELP – Hospital de Ensino, Pesquisa e Laboratório – da Unifacisa, em Campina Grande.