Bastidores

Questões pessoais levam Bonifácio a renunciar em Patos

4 de abril de 2019 às 17h42
Bonifácio Rocha, prefeito interino de Patos

Questões pessoais e familiares, de foro íntimo. Essa teria sido a motivação que levou o prefeito interino de Patos, Bonifácio Rocha (PPS), a renunciar. A decisão ainda está em caráter extraoficial, mas foi confirmada há pouco ao Blog pelo coordenador de comunicação da Prefeitura, Misael Nóbrega. Nesse caso, quem assume o comando do município é o presidente da Câmara, Sales Júnior.

A decisão, segundo apurou o Blog, foi refletida por Bonifácio junto à família. Eleito vice-prefeito, ele assumiu interinamente a Prefeitura depois do afastamento do prefeito Dinaldo Filho (PSDB), acusado de irregularidades em licitações.

No exercício da interinidade, Rocha viveu ameaças de abertura de CPI e até impeachment. Não resistiu as pressões e decidiu se afastar do mandato. Antes, pagou antecipadamente a folha de pessoal, o seu último gesto antes da renúncia.

Vídeo

Adoção na Paraíba: relatos de gestos de amor e esperança, que une histórias


Boletim

Dona Candinha sobre a nova cirurgia e internação do presidente:

"Bolsonaro no Hospital. O Brasil passa bem!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
João Pessoa terá uma eleição pulverizada com vários candidatos ou candidaturas vão se fundir na reta final de 2020?
NÚMERO

80

Número de advogados assassinados nos últimos três anos no Brasil, dados que levam a Apam (Associação Paraibana de Advocacia Municipalista) defender porte de arma para categoria.