Bastidores

‘Continuidade’ não salvou comissionados

4 de janeiro de 2019 às 10h44

Para preservar praticamente a integralidade do secretariado de Ricardo Coutinho (PSB), o novo governador da Paraíba, João Azevedo (PSB), sacou o argumento da continuidade de governo.

Ato contínuo, exonerou todos os comissionados do Estado como uma só canetada. Ou seja, a equipe que faz a gestão na ponta não teve a mesma sorte dos chefes. E nem foi alcançada pelo discurso da manutenção do “projeto”.

Vídeo

Entrevista: deputado mais jovem conta como sobrevive na cova dos veteranos


Abraham Weintraub

Dona Candinha diz que a Educação no Brasil está igual ao nome do ministro:

"Difícil! "

PONTO DE INTERROGAÇÃO
O que houve no orçamento da UEPB nos últimos anos foi corte ou contingenciamento?
NÚMERO

R$ 24.333.778,89

Recursos que serão recebidos, via FPM, pelas prefeituras paraibanas no mês de maio.