Bastidores

Vídeo-opinião: eleição antecipada, remédio ou veneno?

12 de dezembro de 2018 às 17h47

Pelo menos três câmaras municipais paraibanas vivem problemas por conta da tal eleição antecipada das mesas diretoras, uma jabuticaba criada por essas como solução legislativa para problemas de desconfianças políticas.

Cabedelo, Bayeux e Sapé são exemplos.

A Assembleia Legislativa da Paraíba, que usou essa fórmula em 2015, debate internamente qual melhor caminho para 2019.

Não pode esquecer que o que foi remédio também pode virar veneno. E ninguém, nem ela, está isenta desses efeitos colaterais.

Cabedelo, Bayeux e Sapé estão aí para provar.

Confira o comentário em vídeo gravado na MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB:

Vídeo

Entrevista: deputado mais jovem conta como sobrevive na cova dos veteranos


Abraham Weintraub

Dona Candinha diz que a Educação no Brasil está igual ao nome do ministro:

"Difícil! "

PONTO DE INTERROGAÇÃO
O que houve no orçamento da UEPB nos últimos anos foi corte ou contingenciamento?
NÚMERO

R$ 24.333.778,89

Recursos que serão recebidos, via FPM, pelas prefeituras paraibanas no mês de maio.