Bastidores

A Xeque Mate e o “Alemão”

6 de dezembro de 2018 às 16h50
Brasília - Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Felix Fischer (José Cruz/Agência Brasil)

Diferente do que se imaginava, o ministro Félix Fischer não perdeu completamente o poder sobre a Operação Xeque Mate, com a nova relatoria a cargo do ministro Benedito Maia, após a subida do processo ao STJ pela citação de autoridades dotadas de foro especial.

Na interpretação da PF e do Gaeco, a competência recursal continua sob a batuta do “Alemão”, como Fischer é mais conhecido nos bastidores. É o que reza o artigo 13,inciso II, do Regimento Interno do Superior Tribunal de Justiça.

Eventual habeas corpus na Paraíba cai, inevitavelmente, no gabinete de Félix.

Vídeo

Xeque-Mate: Catão defende investigação; “Não perco um minuto de sono”


Lua de mel

Depois de tomar conhecimento do namoro do ex-presidente Lula, Dona Candinha sabe o que ele mais quer agora:

"Se divorciar da cadeia e casar com a namorada!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com qual sentimento a vice-governadora Lígia Feliciano acompanha a crise interna do Jardim Girassol com o governador João Azevedo?
NÚMERO

83 milhões

Número de brasileiros possuem ao menos uma compra parcelada, como mostra levantamento da CNDL/SPC Brasil.