Brasas

Rasteira

30 de novembro de 2018 às 20h06

Antes de apresentar a manobra que pretende garantir seu nome na Presidência da Câmara e a posse na Prefeitura de Cabedelo, a partir de janeiro, a presidente Geusa Ribeiro (PRP) chegou a fazer um acordo com o prefeito interino, Vítor Hugo (PRB). No combinado, mediado por um deputado, ela se manteria presidente e apoiaria Vítor. Um dia depois, deu a facada.

Vídeo

MaisTV: qual estado da saúde de João Pessoa? Fulgêncio responde


Podia dormir sem essa

A censura contra reportagem sobre Toffoli conseguiu obrar milagre, diz Dona Candinha:

"Até Bolsonaro teve um surto democrático!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Bolsonaro terá candidatos às prefeituras de João Pessoa e Campina Grande?
NÚMERO

1 mil

Número de vagas do concurso público para o magistério, lançado hoje pelo governador da Paraíba, João Azevedo (PSB).