Opinião

Aguinaldo e uma cautela necessária

13 de abril de 2018 às 16h40 Por Heron Cid
Aguinaldo Ribeiro, deputado federal do PP

Quando levanta a voz de contenção contra a definição do PSDB, de Cássio Cunha Lima, e do PV, de Luciano Cartaxo, em torno de Lucélio Cartaxo (PV), o deputado Aguinaldo Ribeiro repete um cena já batida na política.

Aqui e acolá, partidos satélites, como o PP, costumam reivindicar certo protagonismo político, falam grosso, ameaçam rompimento, abrem diálogo com adversários, para, ao final, fazer a escolha mais conveniente para sua própria economia interna.

O PP já fez isso em algumas novelas eleitorais da Paraíba. No Estado e em Campina Grande.

Aguinaldo, porém, dessa vez, precisa ter mais cautela. Como político com estatura ascendente, não pode se nivelar por baixo e nem fazer o mais do mesmo.

Sem estes cuidados, pode fortalecer uma sensação de bravata ou barganha, coisa bem típica e já ultrapassada, mesmo na nossa surrada Paraíba.

Para começar, deve dizer claramente ao eleitor, e de público, o que o seu partido almeja. Ele quer ser candidato ao Senado, seu sonho de consumo?

Antes, necessita fazer uma pergunta para si mesmo. A preço de hoje, como líder do impopular Governo Temer, o parlamentar consegue circular bem em locais públicos na Paraíba, passear no shopping ou ir à praça pública, sem maiores problemas?

Quando tiver essa resposta, talvez Aguinaldo baixe um pouco o tom e perceba que há uma distinção a se estudar, até para efeito de consumo interno.

Uma coisa é sua alta estatura política com prefeitos. Outra, bem diferente, é o tamanho que as ruas lhe conferem.

Vídeo

MaisTV: qual estado da saúde de João Pessoa? Fulgêncio responde


Podia dormir sem essa

A censura contra reportagem sobre Toffoli conseguiu obrar milagre, diz Dona Candinha:

"Até Bolsonaro teve um surto democrático!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Bolsonaro terá candidatos às prefeituras de João Pessoa e Campina Grande?
NÚMERO

1 mil

Número de vagas do concurso público para o magistério, lançado hoje pelo governador da Paraíba, João Azevedo (PSB).