Bastidores

Noquinha, novo prefeito interino de Bayeux, avisa: “Eu não sou Jesus”

21 de março de 2018 às 13h36
Noquinha avisa: não sou salvador da lavoura; vai pastorear a roça

A decisão do desembargador Arnóbio Alves, que afastou o prefeito Luiz Antônio (PSDB) da Prefeitura de Bayeux, não surpreendeu ao presidente da Câmara Municipal, Noquinha, sucessor imediato e prestes a ser empossado.

“Eu já esperava”, confessou Noquinha. Interrogado pelo Rádio Verdade – da Rede Arapuan de Rádios – o vereador emendou: “Pela situação da cidade e pelo processo do vídeo contra o prefeito”.

Noquinha adiantou aos seus municípios que vai tentar acertar, mas afastou qualquer papel de salvador da pátria. “Eu não sou Jesus e nem salvador da lavoura”.

“Vou tentar acertar, sou humilde e trabalhador, sou honesto. Eu gosto muito de ouvir, manter o que está certo e corrigir o que está errado. Vou conversar com todos os 17 vereadores”.

Vai precisar de muita saliva.

Vídeo

Vídeo: Heron Cid frente a frente com Heron Cid


Sai mais em conta

Dona Candinha aprovou o convite de Bolsonaro ao filho, Eduardo, na embaixador dos Estados Unidos e até torce para nomeação dos outros dois ‘garotos’ do presidente em novas embaixadas:

"Três problemas a menos!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ainda tem político no Brasil que se sinta confortável e seguro de trocar mensagens via aplicativos?
NÚMERO

0,9%

Crescimento da inadimplência no primeiro semestre de 2019, segundo pesquisa feita pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil). Esta, no entanto, é a segunda menor variação desde 2012, quando a inadimplência cresceu 5,8% no primeiro semestre daquele ano.