Bastidores

Ricardo dá a senha à Lígia

4 de julho de 2017 às 10h02

Finalmente, o governador Ricardo Coutinho se pronunciou sobre a conversa reservada que teve com a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), cerca de 15 dias antes, vazada uma semana depois.

Na TV Master, do empresário Alex Filho, o socialista revelou o conteúdo do papo.

“Eu disse que me dava o direito de poder achar que deveria coordenar, controlar, eleitoral e administrativamente, esse processo até o dia 31 de dezembro. Eu disse que eu só sairia se eu tivesse esse controle. Como eu não sou de ficar naquele coisa de controla ou não controla, porque tem essa história, e eu não dependo de cargo para viver, eu prefiro estar aqui ao lado dos meus companheiros todos”, resumiu Coutinho.

No privado, duas semanas antes, e no público, em entrevista ontem, Ricardo reforçou o que já havia sinalizado de uma forma mais comedida.

Só sai do cargo para disputar 2018 com a garantia de que continuará comandando tudo. Ou controlando, no dizer expresso dele. Mesmo fora das funções.

Coisa que até agora Lígia, pelo visto, não garantiu. Ou não disse o que Ricardo deseja e precisa ouvir.

Mas a senha foi dada.

Vídeo

Repórter MaisTV: Paraíba só tem 30 km de ferrovia ativa


Ressignificando

Se a CPMF voltasse, Dona Candinha já estava pronta para traduzir a nova sigla:

"Cota Permanente para Mamar e Ferrar (CPMF)"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
João Azevêdo diz que “há outros motivos por trás” da intervenção no PSB: quais são?
NÚMERO

57%

Percentual de ampliação dos recursos destinados para o Programa de Qualificação das Ações da Vigilância em Saúde – PQA-VS, do Ministério da Saúde, para a Secretaria de Estado da Saúde (SES), valor que saltou de R$ 700 mil para mais de R$ 1,1 milhão.