Bastidores

Ricardo dá a senha à Lígia

4 de julho de 2017 às 10h02

Finalmente, o governador Ricardo Coutinho se pronunciou sobre a conversa reservada que teve com a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), cerca de 15 dias antes, vazada uma semana depois.

Na TV Master, do empresário Alex Filho, o socialista revelou o conteúdo do papo.

“Eu disse que me dava o direito de poder achar que deveria coordenar, controlar, eleitoral e administrativamente, esse processo até o dia 31 de dezembro. Eu disse que eu só sairia se eu tivesse esse controle. Como eu não sou de ficar naquele coisa de controla ou não controla, porque tem essa história, e eu não dependo de cargo para viver, eu prefiro estar aqui ao lado dos meus companheiros todos”, resumiu Coutinho.

No privado, duas semanas antes, e no público, em entrevista ontem, Ricardo reforçou o que já havia sinalizado de uma forma mais comedida.

Só sai do cargo para disputar 2018 com a garantia de que continuará comandando tudo. Ou controlando, no dizer expresso dele. Mesmo fora das funções.

Coisa que até agora Lígia, pelo visto, não garantiu. Ou não disse o que Ricardo deseja e precisa ouvir.

Mas a senha foi dada.

Vídeo

Heron Cid no Hora H comenta a “indignação seletiva”


Mal cheirosa

Dona Candinha sobre o barulho resistência de setores governistas ao nome de Ricardo Feder para o MEC:

"Vai Feder!"
PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se não for Tovar e nem Bruno em Campina Grande, pelo bloco de Romero?
NÚMERO

1,7 milhão

Número de máscaras protetivas distribuídas pelo Governo da Paraíba, até agora, na pandemia.