Brasas

21 de novembro de 2018

Credibilidade

Na interrogação livre para Paulo Maia, Sheyner Asfora questionou descumprimento de promessas de campanha e da carta programa da eleição passada. “O que faz a advocacia paraibana confiar no senhor”, indagou.

21 de novembro de 2018

High tech

Na pergunta direta para Carlos Fábio, o atual presidente da OAB, Paulo Maia, questionou sobre propostas de novas tecnologias e ferramentas para incrementar o trabalho dos advogados.

21 de novembro de 2018

Poder feminino

Políticas para a mulher advogada foi o tema da pergunta de Carlos Fábio para Sheyner Asfóra.

21 de novembro de 2018

Companhias

No debate da OAB, no Arapuan Verdade, a cada intervalo, José Mariz, Raoni Vita, Nildo Nunes orientaram nos bastidores o candidato Carlos Fábio.Juarez Guedes Sérgio Almeida sussurraram sugestões ao pé do ouvido de Paulo Maia. Já Leopoldo Torres, Rodrigo... Continuar Lendo

21 de novembro de 2018

Eleitoreira

A proposta de Sheyner Asfóra é casuística. A crítica é de Carlos Fábio ao discurso de Sheyner Asfóra de acabar com diárias e passagens para diretores da OAB da Paraíba.

21 de novembro de 2018

Avanço

“Já temos um portal de transparência. Antes não tínhamos”, refutou Paulo Maia, revidando Sheyner Asfóra. “Não são mordomias, são homens e mulheres a serviço da advocacia”.

21 de novembro de 2018

Transparência

No debate da Rede Arapuan de Rádio, Sheyner Asfóra voltou a focar no discurso da transparência: “Nós vamos abrir mão de passagens e diárias”.

21 de novembro de 2018

“Golpe”

O debate da OAB em torno do impeachment de Dilma e de Michel Temer foi açodada. A opinião foi dada pelo candidato Carlos Fábio. Ele defendeu que para momentos emblemáticos haja consultas amplas e debates antes de posicionamento oficial.

21 de novembro de 2018

Palavra empenhada

Carlos Fábio, ex-aliado, criticou Paulo Maia, por não ter “cumprido a palavra” de não disputar a reeleição. “Acabar com a reeleição era um compromisso”, enfatizou.

21 de novembro de 2018

Metamorfose

“Houve um querer coletivo e é dado ao ser humano a possibilidade de mudar de opinião”. Foi essa a justificativa de Paulo Maia para ter repensado a opinião de que não disputaria a reeleição na OAB.

Vídeo

Luís Tôrres: “Esse governo não precisa inventar”


Pra evitar confusão

Dona Candinha protestando contra a ministra Damares Alves:

"Abaixo o Outubro Rosa e o Novembro Azul!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Luciano Cartaxo fará uma reforma cosmética ou cirúrgica na equipe de gestão?
NÚMERO

1.500%

Aumento das buscas no Google pelo nome da ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, após polêmicas.