Bastidores

Vídeo-opinião: eleição antecipada, remédio ou veneno?

12 de dezembro de 2018 às 17h47

Pelo menos três câmaras municipais paraibanas vivem problemas por conta da tal eleição antecipada das mesas diretoras, uma jabuticaba criada por essas como solução legislativa para problemas de desconfianças políticas.

Cabedelo, Bayeux e Sapé são exemplos.

A Assembleia Legislativa da Paraíba, que usou essa fórmula em 2015, debate internamente qual melhor caminho para 2019.

Não pode esquecer que o que foi remédio também pode virar veneno. E ninguém, nem ela, está isenta desses efeitos colaterais.

Cabedelo, Bayeux e Sapé estão aí para provar.

Confira o comentário em vídeo gravado na MaisTV, canal de vídeo do Portal MaisPB:

Vídeo

Luís Tôrres: “Esse governo não precisa inventar”


Pra evitar confusão

Dona Candinha protestando contra a ministra Damares Alves:

"Abaixo o Outubro Rosa e o Novembro Azul!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Luciano Cartaxo fará uma reforma cosmética ou cirúrgica na equipe de gestão?
NÚMERO

1.500%

Aumento das buscas no Google pelo nome da ministra Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos, após polêmicas.