Bastidores

Doutor Geraldo, a “novidade”

7 de dezembro de 2018 às 19h28

Quem conhece um pouco do Hospital de Trauma de Campina Grande não tem dúvida. O nível da gestão hospitalar na unidade é modelar. E esse mérito tem um nome: Geraldo Medeiros (foto), uma das raras unanimidades na terra da rivalidade simbolizada no clássico Treze e Campinense.

Por justiça, Medeiros foi alçado à futura secretaria-executiva da Gestão Hospitalar. Ele é escolha do governador eleito João Azevedo.

A missão? Dirigir com mais profundidade e foco a rede de atendimento da saúde estadual em seus núcleos, uma promessa de campanha do socialista.

Geraldo, um velho colaborador da atual gestão em posto mais modesto, até agora é a “novidade” do governo da “continuidade”.

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Terapia federal

No auge da sua experiência, Dona Candinha já sabe o que o Governo Bolsonaro mais precisa nesse momento:

"Divã!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.