Bastidores

Esqueceram Dilma. Por Ricardo Noblat

15 de outubro de 2018 às 18h49
A ex-presidente e candidata ao Senado Dilma Rousseff (PT) vota em Belo Horizonte (MG) - 07/10/2018 (Washington Alves/Reuters)

Quem souber o paradeiro da ex-presidente Dilma Rousseff sinta-se dispensado de informá-lo por falta de interessados.

Uma semana depois de não conseguir se eleger senadora por Minas Gerais, o PT tratou de esquecê-la rapidinho.

Se até Lula ficou de fora da reta final da campanha de Fernando Haddad no segundo turno, quanto mais Dilma.

O PT começou a abandoná-la quando Dilma mal se reelegera e muito antes de se começar a falar sobre o seu impeachment.

Lula concluíra que o melhor para si seria a queda de Dilma, a ascensão de Michel Temer e a passagem do PT para oposição.

Só não contou com a sua condenação e o impedimento de ser candidato nas eleições deste ano.

Com a derrota de Dilma em Minas foi sepultado em definitivo o “golpe” que ela havia sofrido.

Antes cassada pelo Congresso, Dilma agora foi cassada pelos eleitores. Que descanse em paz.

Veja

Vídeo

Vídeo-comentário: Ricardo vai tomar café quente até o fim


Esperança

Ao ler a lista do anúncio dos mesmos secretários no futuro governo da Paraíba, Dona Candinha não se aguentou:

"Agora é esperar que, pelo menos, João troque o governador!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Sem anúncio para a Segurança, Claudio Lima – no cargo há oito anos – fica ou, finalmente, despede-se?
NÚMERO

7

Número da apertada diferença de votos entre George Coelho (67) e Dudu Martins (60), na eleição da Famup.