Bastidores

Esqueceram Dilma. Por Ricardo Noblat

15 de outubro de 2018 às 18h49
A ex-presidente e candidata ao Senado Dilma Rousseff (PT) vota em Belo Horizonte (MG) - 07/10/2018 (Washington Alves/Reuters)

Quem souber o paradeiro da ex-presidente Dilma Rousseff sinta-se dispensado de informá-lo por falta de interessados.

Uma semana depois de não conseguir se eleger senadora por Minas Gerais, o PT tratou de esquecê-la rapidinho.

Se até Lula ficou de fora da reta final da campanha de Fernando Haddad no segundo turno, quanto mais Dilma.

O PT começou a abandoná-la quando Dilma mal se reelegera e muito antes de se começar a falar sobre o seu impeachment.

Lula concluíra que o melhor para si seria a queda de Dilma, a ascensão de Michel Temer e a passagem do PT para oposição.

Só não contou com a sua condenação e o impedimento de ser candidato nas eleições deste ano.

Com a derrota de Dilma em Minas foi sepultado em definitivo o “golpe” que ela havia sofrido.

Antes cassada pelo Congresso, Dilma agora foi cassada pelos eleitores. Que descanse em paz.

Veja

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Terapia federal

No auge da sua experiência, Dona Candinha já sabe o que o Governo Bolsonaro mais precisa nesse momento:

"Divã!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.