Bastidores

Sem encomenda: música de paraibano para Bolsonaro foi voluntária

12 de outubro de 2018 às 13h44

A música feita para campanha de Jair Bolsonaro (PSL), gravada pelo forrozeiro paraibano Pinto do Acordeon, foi voluntária e não atendeu à pedido e nem encomenda da coordenação eleitoral do candidato, como inicialmente o Portal MaisPB informou, a partir de entrevista por telefone com Moisés Lima, filho do artista, e um dos autores da canção.

Em contato com o Portal MaisPB, o cantor Robson Lima, um dos compositores do jingle, informou que a ideia de gravar o trabalho foi espontânea. “Eu já defendo Bolsonaro há anos. Nós abraçamos a campanha de Jair Bolsonaro”, esclareceu Robson, neto de Pinto, corrigindo informação repassada ao Portal pelo tio.

A música circula nas redes sociais. Com ritmo nordestino, o jingle fala de praticamente todas as regiões do Brasil e exalta a figura do “capitão”.

Pinto do Acordeon é um forrozeiro de sucesso na Paraíba e no Nordeste. Uma de suas canções, Neném Mulher, chegou a ser tema de novela da TV Globo. Pinto já foi vereador pela cidade de João Pessoa, capital da Paraíba.

MaisPB

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Terapia federal

No auge da sua experiência, Dona Candinha já sabe o que o Governo Bolsonaro mais precisa nesse momento:

"Divã!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.