Bastidores

Sem encomenda: música de paraibano para Bolsonaro foi voluntária

12 de outubro de 2018 às 13h44

A música feita para campanha de Jair Bolsonaro (PSL), gravada pelo forrozeiro paraibano Pinto do Acordeon, foi voluntária e não atendeu à pedido e nem encomenda da coordenação eleitoral do candidato, como inicialmente o Portal MaisPB informou, a partir de entrevista por telefone com Moisés Lima, filho do artista, e um dos autores da canção.

Em contato com o Portal MaisPB, o cantor Robson Lima, um dos compositores do jingle, informou que a ideia de gravar o trabalho foi espontânea. “Eu já defendo Bolsonaro há anos. Nós abraçamos a campanha de Jair Bolsonaro”, esclareceu Robson, neto de Pinto, corrigindo informação repassada ao Portal pelo tio.

A música circula nas redes sociais. Com ritmo nordestino, o jingle fala de praticamente todas as regiões do Brasil e exalta a figura do “capitão”.

Pinto do Acordeon é um forrozeiro de sucesso na Paraíba e no Nordeste. Uma de suas canções, Neném Mulher, chegou a ser tema de novela da TV Globo. Pinto já foi vereador pela cidade de João Pessoa, capital da Paraíba.

MaisPB

Vídeo

Vídeo-opinião: mortes no MST, violência no palanque


Juro zero, tá ok?!

Depois de ter ouvido que o depósito de um ex-motorista na conta de Michelle Bolsonaro tratava-se de um empréstimo, Dona Candinha batizou a mais nova instituição de crédito no Brasil:

"Banconaro!!!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ricardo Coutinho ocupará algum cargo, oficialmente, no futuro governo de João Azevedo?
NÚMERO

628 mil

Contribuintes que caíram na malha fina no Imposto de Renda 2018, segundo a Receita Federal.