Bastidores

Empreender: de solução a dor de cabeça

1 de outubro de 2018 às 11h44

O Empreender Paraíba segue dando dor de cabeça ao governador Ricardo Coutinho. O programa que na Prefeitura foi sinônimo de sucesso, no Estado é lembrado por suspeitas de irregularidades com impacto eleitoral que levou o Ministério Público Federal a propor ação, em 2014, por suspeitas de abuso de poder na distribuição de cheques.

Agora, a juíza da 1ª Vara da Fazenda Pública de João Pessoa, Flávia da Costa Lins Cavalcanti, determinou a suspensão do ‘Programa Empreender Paraíba’, em caráter de urgência. A decisão se baseia em relatório de auditoria do Tribunal de Contas da Paraíba, que apontou irregularidades no programa.

Uma das irregularidades encontrada seria o aumento de 744% na liberação de recursos do Empreender-PB, em relação ao mesmo de período de 2017.

Detalhe: a famosa Aije do Empreender está para ser julgada, hoje, no TRE. O clima, notadamente, não é dos melhores para a tese da defesa.

Vídeo

Vídeoentrevista: Jeová precisou vencer câncer, antes de ganhar eleição


Causas impossíveis

Dona Candinha não se aguentou ao ler a carta de Fernando Haddad “ao povo de Deus”:

"Só faltou fazer uma promessa a Santo Expedito!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com o apoio contundente de Ricardo Coutinho e aliados do Governo, a votação de Haddad aumenta ou cai na Paraíba?
NÚMERO

R$ 6,7 milhões

Valores de recursos aprovados pelo BNDES para projetos de recargas de veículos elétricos.