Bastidores

A diferença de palavras e gestos

19 de setembro de 2018 às 11h17
Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia R$ 1 milhão do fundo eleitoral

Muitos foram os parlamentares contrário ao fundo eleitoral. Agora, em plena campanha, a maioria destes está usufruindo e pagando contas de campanha com o bilionário recurso a que tanto criticaram e até votaram contra em plenário.

Em recente postagem, o Blog trouxe uma crítica pesada do deputado estadual Bruno Cunha Lima (SD) contra o tal fundo.

Ao final do texto, óbvia pergunta.

Certo, e o deputado vai renunciar o dinheiro que estará disponível pelo seu partido para sua campanha à Câmara Federal?

Ontem, Bruno protocolou em cartório a renúncia ao valor de R$ 1 milhão a que teria direito como cota do Solidariedade.

Há de se reconhecer. Com o gesto, o político soube fazer a diferença entre palavras e atitude.

Coisa muito em falta no Brasil de hoje em dia.

Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia direito ao fundo eleitoral

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Imunidade alta

Dona Candinha garante que no Governo Bolsonaro ninguém gripa:

"É muita vitamina C!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.