Bastidores

A diferença de palavras e gestos

19 de setembro de 2018 às 11h17
Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia R$ 1 milhão do fundo eleitoral

Muitos foram os parlamentares contrário ao fundo eleitoral. Agora, em plena campanha, a maioria destes está usufruindo e pagando contas de campanha com o bilionário recurso a que tanto criticaram e até votaram contra em plenário.

Em recente postagem, o Blog trouxe uma crítica pesada do deputado estadual Bruno Cunha Lima (SD) contra o tal fundo.

Ao final do texto, óbvia pergunta.

Certo, e o deputado vai renunciar o dinheiro que estará disponível pelo seu partido para sua campanha à Câmara Federal?

Ontem, Bruno protocolou em cartório a renúncia ao valor de R$ 1 milhão a que teria direito como cota do Solidariedade.

Há de se reconhecer. Com o gesto, o político soube fazer a diferença entre palavras e atitude.

Coisa muito em falta no Brasil de hoje em dia.

Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia direito ao fundo eleitoral

Vídeo

Vídeo-opinião: mortes no MST, violência no palanque


Solução Chevrolet

Dona Candinha acha que o presidente eleito, Jair Bolsonaro, deve mudar o ministro da Casa Civil:

"Troca Onyx por Prisma!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Ricardo Coutinho ocupará algum cargo, oficialmente, no futuro governo de João Azevedo?
NÚMERO

628 mil

Contribuintes que caíram na malha fina no Imposto de Renda 2018, segundo a Receita Federal.