Bastidores

A diferença de palavras e gestos

19 de setembro de 2018 às 11h17
Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia R$ 1 milhão do fundo eleitoral

Muitos foram os parlamentares contrário ao fundo eleitoral. Agora, em plena campanha, a maioria destes está usufruindo e pagando contas de campanha com o bilionário recurso a que tanto criticaram e até votaram contra em plenário.

Em recente postagem, o Blog trouxe uma crítica pesada do deputado estadual Bruno Cunha Lima (SD) contra o tal fundo.

Ao final do texto, óbvia pergunta.

Certo, e o deputado vai renunciar o dinheiro que estará disponível pelo seu partido para sua campanha à Câmara Federal?

Ontem, Bruno protocolou em cartório a renúncia ao valor de R$ 1 milhão a que teria direito como cota do Solidariedade.

Há de se reconhecer. Com o gesto, o político soube fazer a diferença entre palavras e atitude.

Coisa muito em falta no Brasil de hoje em dia.

Em documento, Bruno Cunha Lima renuncia direito ao fundo eleitoral

Vídeo

Vídeoentrevista: Jeová precisou vencer câncer, antes de ganhar eleição


Causas impossíveis

Dona Candinha não se aguentou ao ler a carta de Fernando Haddad “ao povo de Deus”:

"Só faltou fazer uma promessa a Santo Expedito!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com o apoio contundente de Ricardo Coutinho e aliados do Governo, a votação de Haddad aumenta ou cai na Paraíba?
NÚMERO

R$ 6,7 milhões

Valores de recursos aprovados pelo BNDES para projetos de recargas de veículos elétricos.