Opinião

João, Zé e um alvo comum na mira: Lucélio

16 de agosto de 2018 às 10h37 Por Heron Cid
Lucélio Cartaxo é alvo de dupla mira; um dado que revela muito da disputa que se inicia

O debate da TV Arapuan, reprisado ontem, trouxe um detalhe que já se prenunciava antes mesmo da campanha oficial. Na verdade, confirmou. Lucélio Cartaxo (PV) é o alvo preferencial dos concorrentes João Azevedo (PSB) e José Maranhão (MDB).

Isso ficou evidente durante todo o enfrentamento. Lucélio ficou todo tempo na mira de João e de Maranhão, que se revezaram em críticas e, em alguns momentos, até deboches contra o candidato do PV.

Cartaxo, por sua vez, evitou a contenda, se livrava das provocações sem esticar a corda, bem ao seu estilo moderado peculiar.

A estratégia de João é esperada. Azevedo sabe que Lucélio é o seu contraponto natural. “Surpreende” (a alguns nem tanto) que seja essa mesma tática de Maranhão.

De um candidato que se apresenta como de oposição se espera, em tese, o esforço da desconstrução do candidato governista, aquele a quem se busca se contrapor, suceder.

Pelo menos em situação normal. O que, como se vê, não é o caso dessa atípica eleição paraibana.

Está claro, Lucélio – candidato da oposição – é alvo de dupla mira: de João e de Maranhão. E isso revela muito para bons entendedores.

Vídeo

Vídeo-opinião: apesar de tudo, a esperança dos jovens não morreu


Teste de nervos

De olho no temperamento dos nossos candidatos, Dona Candinha chegou a conclusão de que o próximo presidente do Brasil não precisa entender muito de economia.

"Basta contar até dez...!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Se der Haddad e Bolsonaro no segundo turno, com quem o PSDB vota?
NÚMERO

R$ 827 bilhões

Volume de dívidas dos estados. Rio de Janeiro é o pior quadro com R$ 127 bilhões de débitos públicos.