Bastidores

Direita derrota esquerda no Facebook. Por Ricardo Noblat

11 de julho de 2018 às 09h39

Destinado a passar à história como o dia da ressaca dos brasileiros com o fim do sonho do hexa na Copa do Mundo da Rússia, o domingo 8 de julho de 2018 para sempre será lembrado como aquele que convulsionou as redes sociais com a notícia de que a Justiça mandara soltar Lula.

O “Monitor do debate político no meio digital” conferiu o tráfego atípico nas páginas dedicadas à política no Facebook. E ali, pelo menos, a direita ganhou com folga da esquerda a discussão em torno do que acontecia. Enquanto a esquerda dava a libertação de Lula como certa, a direita elogiava a reação do juiz Sérgio Moro ao “golpe do PT”.

No fim do dia, as páginas de direita que se ocuparam com o assunto somaram em suas postagens 6,6 milhões de interações (curtidas, comentários e compartilhamentos), enquanto as de esquerda somaram 4,3 milhões, e as da imprensa tradicional, 2,4 milhões.

Veja

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Terapia federal

No auge da sua experiência, Dona Candinha já sabe o que o Governo Bolsonaro mais precisa nesse momento:

"Divã!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.