Opinião

Sonho velho, Assembleia nova

6 de julho de 2018 às 09h34 Por Heron Cid

Muitos tentaram e até fizeram intervenções intermediárias com reformas e remendos, na tentativa de preservação das instalações da Assembleia Legislativa.

Outros ensaiaram a transferência do Poder para um outro espaço da capital paraibana. As tentativas esbarraram em restrições orçamentárias ou em resistências sociais e históricas.

Nem uma coisa e nem outra.

A Paraíba recebeu ontem uma nova Assembleia, sem necessidade de um projeto faraônico de mudança que tiraria da Praça um dos Poderes constituídos do Estado.

O projeto convencido garantiu a conciliação de revitalização contemporânea e moderna com o signo da preservação histórica e cultural.

A estrutura entregue atualiza à Assembleia com os novos tempos e supre as demandas acumuladas ao longo de décadas de um formato que já não comportava espaço, conforto e funcionalidade.

A ousadia e o mérito devem ser creditados na biografia do presidente da Casa, o deputado Gervasio Maia, que conseguiu transformar um velho sonho em uma Assembleia nova.

Vídeo

Secretário de Segurança da PB vê “muita coisa boa” no Plano de Moro


Terapia federal

No auge da sua experiência, Dona Candinha já sabe o que o Governo Bolsonaro mais precisa nesse momento:

"Divã!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
Com quantos deputados a oposição realmente conta na Assembleia?
NÚMERO

65 e 62

Idades mínimas para aposentadoria de homens e mulheres, respectivamente, constante da proposta do Governo Federal para a reforma da Previdência.