Bastidores

Carneiro vê “componente estranho” na relação de Joás com Governo

13 de junho de 2018 às 13h46
Gilberto Carneiro, procurador-geral do Estado

O procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, externou desconfiança da existência de um ‘componente estranho’ na relação do presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, Joás de Brito, com o Governo do Estado.

“Acredito que a própria forma como Joás chegou ao TJ e uma ansiedade muito grande e não se programar para a crise, com algum outro componente estranho, pode ter contribuído para ter desaguado nessa relação”.

Na mesma pisada, Carneiro ‘berrou’ contra quem atrapalha a liberação de aval do Tesouro da União para empréstimos internacionais do Governo do Estado.

Nesse caso, vê a ‘digital’ do tucano e senador Cássio Cunha Lima.

Vídeo

Vídeo-entrevista: Líder da Oposição crê em “diálogo mais fácil” com João


Quando é pra dar errado..

Dona Candinha descobriu qual é a Lei mais lida pela oposição da Paraíba nos últimos dias:

"Lei de Murphy!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
No acordo da base girassol, quem cederá? Adriano Galdino ou Buba Germano?
NÚMERO

R$ 500 mil

Valor liberado pelo Ministério da Justiça para a Defensoria Pública da Paraíba para interiorização aos atendimentos.