Bastidores

Se xinga Judiciário, do STF Lula não tem do que reclamar

23 de Março de 2018 às 10h49
Lula da Silva (Foto: AFP)

O Supremo Tribunal Federal deu o que a defesa do ex-presidente Lula da Silva (PT) pediu. Uma liminar que garante a liberdade do petista até que seja julgado habeas corpus, adiado pela Corte, ontem.

Na prática, funciona provisoriamente com o mesmo efeito do habeas corpus. Condenado por Sérgio Moro e com sentença confirmada pelo TRF-4, ele mantém em liberdade viajando e fazendo campanha pelo Brasil.

Crítico contumaz do Judiciário, por enquanto, Lula não tem do que reclamar do STF. Aliás, poucos políticos de peso têm. Que o digam Renan e Aécio…

Pra completar, o Supremo caminha para modificar entendimento anterior de prisão após condenação em segunda instância.

O que, “coincidentemente”, atende ao direito e expectativa do ex-presidente.

Comentários

Vídeo

Entrevista: Polo de Tecnologia de JP criará ambiente de negócios


Esforço concentrado

De Dona Candinha, sobre a guerra fria entre setores do Governo e a vice-governadora da Paraíba:

"Querem transformar a "Amiga" em "Inimiga Lígia"!"

PONTO DE INTERROGAÇÃO
E se o PT souber que tem gente do PSB trabalhando para Aguinaldo Ribeiro ser o segundo senador na chapa?
NÚMERO

R$ 300 milhões

Valor dos recursos a serem investidos na continuidade da duplicação da BR-230 na Paraíba, obra que deve começar nos próximos dias.